Amanda Menger
Tubarão

Dos 235 nomes citados na lista dos inelegíveis do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE) e encaminhada ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por terem as contas anuais rejeitadas ou com parecer prévio pela rejeição, dois são pré-candidatos em Tubarão: Dionísio Bressan Lemos (PP) e Irmoto José Feuerschuette (DEM). A lista tem base nos processos transitados em julgado (sem possibilidade de recurso) nos cinco anos anteriores às eleições de 5 de outubro de 2008.

Conforme o pré-candidato a vereador Dionísio Bressan (PP), não haverá problemas para a sua candidatura. “Acredito que este processo ao qual o TCE refere-se é de uma tomada de contas de 1998 que foi apresentada pela equipe técnica da Epagri, em 1999, quando eu era presidente da entidade. A empresa passava por problemas, como salários de funcionários e fornecedores atrasados e tivemos que pagar multas por atraso no recolhimento do INSS e do FGTS, e o TCE questionou isso. Acredito que tudo será resolvido”, afirma.

O presidente do Democratas de Tubarão, Dalton Marcon, afirma que não haverá problemas para registrar a candidatura de Irmoto Feuerschuette a vice-prefeito da cidade na chapa encabeçada pelo deputado Genésio Goulart (PMDB). “Já sabíamos deste problema desde março. Vamos amanhã (hoje) a Florianópolis e resolver. Estão faltando alguns documentos. Não haverá problema para o registro da candidatura. Em momento algum, o partido pensou em trocar de candidato por isso. Está tudo sob controle”, garante Marcon.