Nos dois últimos domingos as atrações principais estavam voltadas à cultura e às mães, mais especificamente às artes cênicas. No próximo domingo, os focos do Parque Ambiental Encantos do Sul são o meio ambiente, a saúde, a arqueologia e o bem estar animal: é o Festival do Meio Ambiente, com uma programação muito diversificada e que promete agradar a muitos estilos e gostos.

Entre as atividades gratuitas estão passeio ciclístico, doação de mudas, oficinas educacionais sobre brinquedos recicláveis, exposição de arqueologia, coleta de lixo eletrônico e feira de adoção de cães. O passeio ciclístico ocorre entre 14h às 17h30. Os organizadores do evento vão escolher um ponto de concentração e a partir das 14h30 será dada a partida, com percurso pela área interna do parque.

A doação de mudas ocorre durante todo o período. Há uma estante na região central do parque, ao ar livre, onde as pessoas podem escolher as espécies de mudas frutíferas à disposição.

O Sesc, parceiro do parque neste evento oferecerá para uso no local diversos brinquedos reciclados e recuperados, e também fará oficinas sobre como recuperar e reciclar brinquedos. No local também estará instalado um coletor de lixo eletrônico para facilitar a vida de quem quer descartar corretamente este tipo de material, nocivo ao meio ambiente e à saúde humana, mas tem dificuldade de encontrar um ponto de coleta. Esta é uma parceria com a CDL de Capivari de Baixo.

Também haverá feira de adoção de cães, das 14h às 17h30, com orientação e acompanhamento de profissionais da área.  Quanto ao tema arqueologia, serão expostos itens pré-históricos e haverá ainda atividades de educação patrimonial pelo Grupep/Arqueologia, da Unisul. Lembrando que o Parque Ambiental Encantos do Sul é o  primeiro do Brasil a preservar e cuidar de um sambaqui, musealizando o seu entorno, gerando conhecimento e promovendo a conservação e valorização deste sítio.

Musealizar um local é criar instrumentos que viabilizem o conhecimento do ambiente. No caso do “Sambaqui I”, de Capivari de Baixo, a musealização iniciada em 2015 e concluída em 2018 incluiu a construção de um deck e parte da calçada, ambos na área externa do sambaqui, que fica dentro do parque. Em caso de chuva todos os eventos serão cancelados.

 

Troca de brinquedos

A partir deste sábado, o parque inicia uma campanha de troca de brinquedos. O convite é para que as crianças tragam um ou mais brinquedos que não usem, mas em bom estado de conservação. A ideia é que a própria criança ou seus pais façam o contato direto com outras crianças que tenham brinquedos do agrado da mesma. A proposta é estimular a relação entre as crianças e pais que se desconhecem a fazer a doação de brinquedos que muitas vezes estão sem uso, guardados em gavetas, garagens ou dispensas. A troca somente se dará aos sábados.