#Pracegover Foto: na imagem há um homem, policial e uma viatura
#Pracegover Foto: na imagem há um homem, policial e uma viatura

Amigos e familiares do policial militar Jefferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, iniciaram uma vaquinha online para arrecadar fundos para o custeio do tratamento de saúde do profissional de segurança pública.  Ele foi baleado no dia 30 de novembro do ano passado, quando estava na operação que buscava capturar os criminosos que assaltaram a agência do Banco do Brasil em Criciúma.

O soldado que é de Tubarão estava internado até o início do mês passado no Hospital São João Batista, na cidade carbonífera. Após a alta hospitalar, ele segue o tratamento em casa na Cidade Azul, e precisa da ajuda para o prosseguimento de seu tratamento. O saldo arrecadado anteriormente está terminando e é necessário agilizar arrecadação para evitar um problema futuro.

Conforme a Polícia Militar (PM), o profissional ainda não fala e não anda, e está dependente para alimentação e outras necessidades. Esmeraldino responde a estímulos piscando os olhos e apertando as mãos.

Para colaborar com a campanha há três opções: A Vakinha neste link ; transferência bancária na conta do padrasto de esmeraldino, que abriu uma conta bancária para ser utilizada no tratamento. Banco Nubank – Nu Pagamentos S.A. (260), Remiston Generoso Rodrigues, Agência: 0001, Conta: 22945536-2 e CPF: 052.405.189-55 ou ainda, pela Chave Pix: 052.405.189-5 em nome de Remiston Generoso Rodrigues.

Horas após ser baleado, já na madrugada de 1º de dezembro, ele passou por procedimento cirúrgico no Hosital Unimed, em Criciúma e posteriormente foi transferido para o Hospital São João Batista. Ele ficou por mais de um mês internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O soldado teve manifestações de crises convulsivas, porém desde a última semana apresentou melhoras significativas.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul