#Pracegover Foto: na imagem há um homem de camiseta preta, boné preto e corrente
#Pracegover Foto: na imagem há um homem de camiseta preta, boné preto e corrente

Seguem as buscas por Moisés Torquato Amorim, o Dédo, de 33 anos morador do bairro Alvorada, em Capivari de Baixo. Ele foi visto pela mão, Maria Madalena Torquato, a Lena, pela última vez no dia 20 de janeiro por volta das 16h. Quase dois meses do desaparecimento e nenhuma informação sobre o possível paradeiro do homem.

Quando saiu de casa, Dédo estava com uma calça jeans, um tênis preto, uma blusa de lã cinza e com boné verde escuro da marca Nike. Ele estava desempregado e não costumava sair sem dar informações. Até a data do ocorrido ele morava com a mãe, é solteiro e não tem filhos.

De acordo com a irmã do homem, Nazaré Torquato Amorim, as buscas continuam, mas sem respostas. “Familiares, amigos e a polícia estão a procura do Moisés, porém não há informações que nos levam a solução deste caso. Seguimos confiantes que vamos encontrá-lo, mas também a procura nos deixa preocupados”, lamenta.

A família já tentou ligar várias vezes para o número do celular do desaparecido, no entanto, não há respostas. O celular segue desligado há semanas. Desde o desaparecimento do filho, Lena tem tomado remédios controlados.

O delegado de polícia da cidade termelétrica, Vandilson Moreira da Silva, afirmou que os trabalhos da polícia em torno do caso permanecem e que o desaparecimento do homem de 33 anos, é investigado em conjunto com a Delegacia de Pessoas Desaparecidas da Capital. “Pedimos que qualquer informação seja encaminhada para a Delegacia de Polícia de Capivari de Baixo por meios dos telefones (48) 3631-9307, 181, 197 ou pelo WhatsApp (48) 98844-0011. O sigilo e o anonimato das informações serão mantidos”, afirma.