Tubarão

Os animais estão cada vez mais conquistando espaço nas casas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2015 foi realizado uma pesquisa onde mostra que os brasileiros têm 52 milhões de cães e 22 milhões de gatos. Eles já fazem parte da família de muita gente e claro, merecem cuidados. Um relato comovente, da jovem estudante de Medicina Veterinária da Unisul, Amábille Vitória Bonelli, de Laguna, ganhou em 1º lugar,  a 3ª Mostra de Iniciação Científica Veterinária, na modalidade “Relato”.

A estudante foi orientada pela professora Débora Callado e teve ajuda de mais dois colegas e três professores que participaram no estágio do caso. “O meu relato foi sobre uma fêmea da raça Yorkshire que foi atendida no Hospital Veterinário da Unisul. O proprietário relatava que a paciente apresentava vômito de coloração esverdeada, diarréia escura e posição de xifose. No exame clínico foi possível observar aumento de frequência cardíaca e respiratória e dor durante palpação abdominal. Foi realizada uma radiografia abdominal onde observou-se presença de estruturas filiformes que pareciam com fios de aço.”, contou Amábille.

O animal ainda teve uma parada respiratória e que foi revertida com sucesso. Após a cirurgia, foram retirados fios de aço e aglomerados de cabelos. A York ficou sete dias internada onde ainda apresentava sinais clínicos de lesão neurológica. “Foi feito então, uma terapia medicamentosa e fisioterapia. Ela recebeu alta e no retorno já apresentava uma melhora considerável com a visão recuperada e caminhando sem déficit”, contou orgulhosa a futura médica veterinária.

A 3º Mostra de Iniciação Científica puderam participar alunos de todas as fases em dois tipos de apresentação. Uma em relação ao relato de um caso clínico cirúrgico e outra envolvendo um projeto de pesquisa.