A Feagro atrai atenções não apenas de produtores brasileiros, mas de outros países da América Latina, que buscam em Braço do Norte animais de excelência genética para melhorar os seus rebanhos  -  Foto:Ivo Coan/Revista MeuSul/Notisul
A Feagro atrai atenções não apenas de produtores brasileiros, mas de outros países da América Latina, que buscam em Braço do Norte animais de excelência genética para melhorar os seus rebanhos - Foto:Ivo Coan/Revista MeuSul/Notisul

 

Zahyra Mattar
Braço do Norte
 
A correria já é grande no Parque de Exposições Huberto Oenning, em Braço do Norte. A menos de duas semanas de mais uma edição da Feagro Vale, os organizadores do evento tratam de deixar o local tinindo, como se diz no popular, para receber uma das maiores feiras do agronegócio da América Latina.
 
E este ano o evento será cheio de novidades. A começar por um inédito leilão de gado leiteiro da raça jersey. A concorrência será transmitida pelo canal Terra Viva para todo o país. Cerca de 60 bovinos serão colocados à disposição para lances.
 
A meta desta edição é movimentar pelo menos R$ 15 milhões em novos negócios nos quatro dias de feira, cuja abertura oficial será no próximo dia 31, às 19 horas. O leilão ocorre neste mesmo dia, às 20h45min.
 
Os 75 estandes colocados para venda foram comercializados em poucos dias, o que comprova a importância da Feagro para o agronegócio brasileiro. Ao todo, serão 62 empresas expositoras, inclusive de outros estados. Grandes criadores nacionais também estarão presentes.
 
A feira reunirá cerca de 640 animais da raça, entre gado de corte, gado jersey e holandês, ovinos e caprinos. Os suinocultores não participarão este ano da exposição. “A atitude é uma forma que encontramos para protestar. Não faz sentido participar de uma feira de negócios se a suinocultura está em plena decadência”, lamenta o coordenador da Associação Catarinense de Criados de Suínos no Vale, Adir Engel.
 
Competição de ovinos
Além do leilão de gado jersey, a Feagro Vale deste ano também será palco do primeiro julgamento de ovinos. A meta é colocar o setor produtivo, em franco crescimento no Vale, em evidência em Santa Catarina. A previsão é que mais de 50 animais participem.
 
Seminário de Leite
No primeiro dia da Feagro, na quinta-feira, haverá um seminário para reunir produtores de leite. Uma série de debates será realizada. Entre os palestrantes, está a jornalista e economista Estela Benetti, além de técnicos do setor. Os produtores, hoje, recebem em torno de R$ 0,85 a R$ 0,95 por litro de leite. O encontro pretende debater o futuro da atividade, especialmente no Vale, onde o gado leiteiro já começa a ocupar o espaço antes destinado para a suinocultura.
 
Produção de peixe e fumicultura
Além do setor leiteiro, a Feagro Vale também abrirá espaço para debater outras duas atividades importantes. Uma delas é a fumicultura, cuja região é uma das mais produtivas do estado. O outro encontro apresentará novas técnicas para piscicultura de água doce, cujo setor também está em franca expansão no Vale do Braço do Norte.
 
 
Confira a programação da Feagro Vale
 
31 deste mês (quinta-feira)
8h30min – Abertura da exposição de gado de leite e de corte, ovinos e dos estandes do agronegócio;
8h30min – Inscrição e recepção dos participantes do Simpósio de Gado Leiteiro;
9 horas – Preparação dos animais para o julgamento;
12 horas – Almoço para os participantes do simpósio;
19 horas – Esgota dos animais do torneio leiteiro; 
20 horas – Início da apresentação de shows; 
23 horas – fechamento dos estandes do agronegócio;
23h30min – Encerramento das atividades no parque de exposições.
 
1º de junho (sexta-feira)
6 horas – 1° ordenha do torneio leiteiro;
8 horas – Julgamento das terneiras e novilhas da raça Jersey, pelo juiz canadense Stephen Borland;
9 horas – Abertura da exposição de ovinos, gado de corte e estandes do agronegócio;
10 horas – Minicurso de processamento de peixes;
14 horas – Inscrição e recepção dos participantes do Seminário de Fumicultura;
19 horas – Abertura oficial da Feagro 2012;
17 horas – Encerramento do Seminário de Fumicultura;
18 horas – Segunda ordenha do torneio leiteiro;
20h30min – Início da apresentação de shows;
20h45min – Início do leilão de gado de leite – transmissão ao vivo pelo canal Terra Viva;
23 horas – Encerramento dos shows e fechamento dos estandes do agronegócio;
23h30min – Início da festa universitária, no pavilhão do CTG, com Bandativa e Neguinho e Emanoel.
 
2 de junho (sábado)
6 horas – Terceira ordenha do torneio leiteiro;
9 horas – Abertura dos estandes do agronegócio;
8 horas – Julgamento das vacas da raça jersey;
9h30min – Abertura do seminário regional de piscicultura;
13h30min – Julgamento das vacas da raça holandesa;
17h30min – Apresentação do Clube da Bezerra;
18 horas – Concurso de culinária de peixes;
19h30min – Quarta ordenha do torneio leiteiro – resultado final;
19h30min – Início das apresentações de shows;
20h30min – Show com o mágico Raimini: 
23 horas – encerramento dos shows e fechamento dos estandes do agronegócio;
23h30min – Tri-baile com Evandro Rodrigues e Banda, Os Sócios e Ivonir Machado.
 
3 de junho (domingo)
9 horas – Abertura dos estandes do agronegócio;
10 horas – Premiação dos campeões da exposição de gado de leite;
10h30min – Tradicional banho de leite no expositor vencedor do torneio leiteiro;
11h30min – Almoço de incentivo a carne suína no restaurante do CTG;
14 horas – Shows em palco montado; 
18 horas – Liberação dos animais e encerramento do agronegócio.