Assim como é obrigatório o uso de máscaras de proteção da Covid-19 é necessário se adotar todas as medidas de segurança no descarte correto das máscaras. Isso por conta do alto nível de transmissão do vírus.

Muitas pessoas não entendem desta forma e descartam de maneira errada. Até mesmo jogando em locais públicos, sem qualquer noção do risco de contaminação.

A Associação das Donas de Casa, dos Consumidores e da Cidadania (Adocon) de Tubarão, flagrou em diferentes pontos do município, máscaras descartadas em espaços públicos. Elas estavam espalhadas pelas ruas, num total descaso com a saúde.

Como é um material utilizado massivamente pela população como forma de proteção, seu descarte exige que se siga algumas normas de segurança. Dessa forma vale ressaltar que cuidados especiais no descarte são fundamentais para a não proliferação do coronavírus.

Diante desta possibilidade de contaminação, além do descarte de outros insumos utilizados na prevenção, é fundamental quese mantenha o distanciamento social, evite aglomerações e reforce os hábitos de higiene.

O que a Organização Mundial de Saúde (OMS) tem dito é que, uma postura maior de responsabilidade no descarte de máscaras e luvas, além de outros materiais, contribui consideravelmente para a diminuição do risco de contágio da Covid-19.

 

Forma adequada para o descarte

Segundo a OMS, luvas e máscaras, sejam descartáveis ou de panos, devem ser colocadas em sacolas plásticas bem amarradas e reforçadas para depois serem descartadas corretamente. A orientação é de que o descarte, depois de embaladas adequadamente, seja feito dentro do lixo do banheiro. Dessa forma se evita que catadores tenham acesso ao material. A OMS ressalta que jamais se deve jogar máscaras ou luvas em locais públicos, onde as pessoas costumam transitar.