Há um ditado assim: ‘Amor de verão não sobe a serra!’ Quem acredita nisso, o que dirá de um amor que inicia no Carnaval? Pois bem… Carnaval de 2010, Luís Augusto com então 21 anos e Ariane com 18, resolveram ir para o famoso carnaval de Laguna. Ela não era muito fã de Carnaval, mas cedeu as amizades e foi curtir.

Ele também estava lá. Os dois já haviam se visto outras vezes, mas nunca tinham conversado, até aquele dia. O dia em que o destino, ou chamem como quiser, deu um empurrãozinho para que os dois pudessem trocar as primeiras palavras. “Não curtia mesmo. Foi a primeira vez que fui, não gostei e queria ir embora na primeira noite. Mas fui convencida por uma amiga a ficar, ai conheci ele no outro dia, e acabei ficando até terça-feira”, lembra ela sobre o início de tudo.

Na época, ambos faziam estágio e faculdade, mas nada impediu que iniciasse ali um grande amor, que permanece até hoje. E quem diria… Neste dia 28 de fevereiro, eles comemoram 10 anos juntos desde aquele Carnaval, onde ela queria ter ido embora na primeira noite.

Hoje, ela é empresária e personal trainer, e ele bombeiro militar. Ambos lembram da época com todo carinho merecido. “Continuo não morrendo de amores pelo Carnaval. Não da folia. Vamos a alguma festa, show ou para algum outro lugar, geralmente à praia. Mas não costumamos pular Carnaval de rua”, conta Ariane.

Mesmo o casal tendo uma vida mais tranquila hoje, longe da agitação da data, com certeza eles sempre terão motivos de sobra para comemorar essa data: o início de uma festa de muito amor, união e cumplicidade, provando que amor de verão – e nesse caso de Carnaval – ‘sobe a serra’ e tudo mais que precisar…