Wagner da Silva
Braço do Norte

A decisão do PSDB em apoiar a coligação Braço do Norte em Boas Mãos, onde estão aglutinadas as siglas PP, PT e PR, foi divulgada ontem pelo presidente do partido no município, André Leandro Richter. Segundo ele, a definição se deu em uma reunião com a participação de aproximadamente 90% dos membros diretório municipal. Todos concordaram e assinaram o compromisso de apoio à dupla Evanísio Uliano (PP), que pleiteia a vaga à prefeitura, e Valberto Wiggers Michels (PT), que concorre a vice.

A decisão foi repassada através de um ofício ao diretório estadual do PSDB, cujo encontro ocorreu nesta segunda-feira. Na tarde de ontem, o presidente catarinense da sigla, vice-governador Leonel Pavan , acatou a decisão formalizada em ata. Informalmente, o PSDB já havia anunciado apoio à coligação de Uliano e Michels. Porém, em virtude de boatos, a esfera municipal achou por bem formalizar a decisão logo após as convenções. “Não estamos em cima do muro como dizem. A maioria do partido apoia o PP, PT e PR”, reforça o presidente da executiva municipal.

A dúvida surgiu depois que o vereador eleito Salésio Meurer (PSDB) anunciou estar com a coligação Com a Força do Povo, formada por PMDB, DEM, PTB, PDT, PPS, PSB e PRBA, cuja dupla é formada por Zalene Niheus Matos (PMDB) e Charles Bianchini (DEM). A manobra, explica o presidente, contrariou as diretrizes tucanas. “Questões pessoais, difíceis de administrar, pesaram para esta decisão. Respeitamos o posicionamento dele (Meurer), mas desde que não ofenda nenhum integrante do partido. Se isso ocorrer, haverá retalhação”, pontua Richter.

Facção jovem do Democratas também apoia a dupla PP/PT

O candidato do PP à prefeitura de Braço do Norte, Evanísio Uliano, acredita que a equipe ganhará força com o apoio formal dos tucanos. “Já conhecíamos a decisão, mas assim fica tudo às claras e a campanha ganha novo fôlego, torna-se mais vigorosa”, comemora. Assim como alguns integrantes do PSDB pendem para o lado do PMDB, a ala jovem do Democratas, cujo um dos integrantes é o prefeito interino de Braço do Norte, Ronaldo Fornazza, também apoia Uliano.

Por outro lado, o presidente do PMDB de Braço do Norte, Joacir Nunes, diz o anúncio não traz nenhuma surpresa ou novidade. “Vivemos em uma democracia. Assim como na primeira eleição, eles (o PSDB) tornaram público o apoio da ala do atual presidente ao nosso adversário (na época Ademir Schmoeller- PP), respeitamos a decisão agora. Isto não atrapalhará em nada nossa campanha. Pelo contrário, buscaremos os votos dos eleitores do PSDB. Afinal, sabemos que nosso programa de governo é melhor”, desafia o presidente.