Cristiano Carrador
Tubarão

Uma definição importante para o quadro eleitoral em Tubarão. Com cinco mandatos de deputado federal – um atualmente – um de deputado estadual, aos 61 anos Edson Bez de Oliveira, o Edinho Bez (PMDB), será um dos candidatos a prefeito da cidade em 7 de outubro. O anúncio oficial só sai no fim do próximo mês, mas como ele mesmo afirma: “Dificilmente, terá volta”.

O deputado passou o dia ontem em conversas no Hotel Ravena, em Laguna. Reuniu aproximadamente 50 pessoas em uma só reunião, teve outras nove isoladas. “Estou avaliando. Os líderes do partido, a base, têm pedido. O PMDB hoje não tem prefeituras grandes. Toda a bancada, o senador Luiz Henrique, estarão comprometidos comigo. Coloco o meu nome para o bem de Tubarão. Serei um prefeito regional. Com o conhecimento que tenho, os relacionamentos, temos muito o que fazer. O projeto não é meu. O deputado Elizeu Matos também deve sair candidato em Lages”, afirmou.

Quando o nome de Edinho passou a ser cogitado, surgiram especulações de que, ao se eleger, ficaria no cargo dois anos para depois voltar a tentar disputar uma vaga na câmara federal, ao senado… “Em hipótese alguma, isto está descartado. Cumprirei o mandato. Não serei prefeito para ser mais um. Ficarei os quatro anos, depois mais quatro, se possível. Daí sim estarei credenciado, como o próprio Luiz Henrique me diz, a ser candidato à uma majoritária (senador, governador”, garante Edinho. Diz que o partido está unido. Quem tinha dúvidas sobre sua candidatura já está convencido e sabe que será o melhor para a cidade, segundo ele.

Conversas com todos, menos o PT

Os líderes políticos são cautelosos nesta época ao falar de candidaturas, para não impor. Pensam nas coligações. O deputado federal Edinho Bez (PMDB) diz que tem conversado com todos, menos o PT. Pelo fato de o empresário Olavio Falchetti afirmar que não fará coligações, é o pré-candidato petista. “Entre todos os candidatos que estão aí, sou o único que tem trânsito nos governos estadual e federal”, afirmou. Já conversei com o Manoel (Bertoncini – PSDB, atual prefeito, com o Deka (May, vereador do PP), com o Dionísio (também vereador do PP) e com muitos outros. Vamos tentar unir a todos pelo bem da cidade, da região”, afirmou Edinho. No atual quadro, dificilmente agregaria também o vice-prefeito Pepê Collaço, hoje no PSD. A tendência é Edinho conseguir atrair o Partido Progressista (PP) e mais 11 considerados menores PSC/DEM/PTB/PDT/PRP/PRB/PSL/PTC/PRTB/PTdoB e PHS.

E o PSDB? É uma incógnita! Ainda não está totalmente descartada a possibilidade do prefeito Manoel Bertoncini ser candidato a reeleição. Nem de o ex-Carlos Stüpp ser convencido a entrar na disputa. Neste último caso, a possibilidade é remota, Stüpp continua a afirmar que está fora, alega que já fez a sua parte pelo município. São fortes as chances de Tubarão ter três candidatos a prefeito em 7 de outubro: Edinho Bez, Pepê Collaço e Olavio Falchetti. Composições, coligações, número de candidatos a vereador e tempo de TV contam muito. Análises, tendências, façam as suas apostas.