Carolina Carradore
Tubarão

Farinha, água e sal. A combinação milenar desses ingredientes simples produz um dos alimentos mais consumidos no Brasil: o pão. Em Tubarão, no Dia do Panificador, comemorado hoje, há muito o que festejar. Oitenta estabelecimentos geram, em média, 600 empregos na cidade.

O setor ainda conta com o auxílio do Núcleo de Panificadores de Tubarão e Região (Nuclepan), que reúne 15 panifícios. Os trabalhos caminham junto com o Sindicato de Panificadores (Sindipan).

Para este ano, a novidade fica por conta da Feira Internacional de Panificação (Fipan), realizada em São Paulo, no próximo dia 21. Trinta e três empresários de Tubarão já confirmaram presença e prometem trazer na bagagem muitas novidades. O evento é considerado uma enorme vitrine destinada a promover negócios para todos os segmentos que operam o food service.

Neste mês, associados do Nuclepan foram contemplados pelo projeto Empreender Competitivo da Confederação das Associações Empresariais do Brasil (Cacb). O objetivo é apoiar financeiramente em 50% os projetos de qualificação de mão-de-obra dos panificadores.

Crescimento
A panificação é um dos maiores segmentos industriais do país. Entre as padarias brasileiras, 96,3% são de micro e pequeno porte e atendem em média 40 milhões de clientes por dia, ou seja, 21,5% da população nacional.