A Campanha Dezembro Laranja: prevenção ao câncer de pele, no Provida, proporcionou, na prática, uma atenção médica especial há 20 pacientes. Pessoas que estavam na fila do SUS, em Tubarão, aguardando uma consulta com um dermatologista para avaliação de lesões na pele. O trabalho solidário foi realizado, no dia 2, no Complexo Médico, pelo dermatologista, Dr. Luís Gustavo Sponchiado de Ávila (CRM: 9.463/ RQE: 5.078).

“Neste dia foram diagnosticados no grupo, com casos de ocorrência de tumores de pele, 7 pessoas com Carcinomas Basocelulares, mais 7, com Ceratoses Actínicas (lesão de pré-câncer) e uma com Melanoma. Números que preocupam e que precisam servir de alerta a população, para redobrarem os cuidados com a proteção no verão”, ressalta o médico.
Dr. Luís Gustavo destaca que em nossa região a predominância é de pessoas de pele clara. Característica que contribui para o estado ter a maior ocorrência de câncer de pele do Brasil.

“Esse tipo de câncer é o mais comum nas pessoas. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, ele corresponde por 33% de todos os diagnósticos da doença no país. Apesar de poder surgir em qualquer um, alguns indivíduos têm mais chances de desenvolverem um câncer de pele, devido à questões genéticas e hábitos de vida. Fatores como histórico familiar e pessoal de câncer de pele, tonalidade da pele, presença de muitas sardas e pintas, trabalho ao ar livre, idade, marcas na pele, alterações genéticas e medicamentos, também fazem parte dos riscos para desenvolverem a doença”, explica o dermatologista.

O câncer de pele

Tumores que surgem com o crescimento anormal das células que compõem a pele. Uma multiplicação desenfreada que faz com que o bloco de células destrua a pele normal ao seu redor. Além do crescimento local, as células podem se espalhar para outros locais do corpo.

“Importante destaca que o câncer de pele é, dentre os demais tipos de câncer, o que apresenta os maiores índices de cura completa, mas para isso, precisa ser diagnosticado precocemente”, completa.

Tipos de câncer de pele

Carcinoma basocelular (CBC)
Carcinoma espinocelular (CEC)
Melanoma

Tratamentos

Existem várias formas de tratamento de câncer de pele. A escolha do tipo de tratamento é baseada no tipo de câncer, o estágio que este se encontra, a localização na pele, o estado de saúde e as preferências do paciente.
Tratamentos tópicos (cremes)
Crioterapia, eletrocoagulação e curetagem
Terapia Fotodinâmica
Radioterapia
Cirurgias

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Provida