Na manhã desta quarta-feira (16) foi realizada, na Prefeitura de Grão Pará, reunião para a avaliação da situação da SC 370 e da Serra do Corvo Branco. Participaram do encontro representantes das Prefeituras da Região, da Secretaria de Estado da Defesa Civil (SDC),  Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA) e defesas civis municipais da região.

Segundo o laudo apresentado pela equipe técnica da SDC o risco é considerado muito alto e a indicação é para a continuidade da interdição. Da mesma forma o relatório sugere o monitoramento topográfico e visual diário para o acompanhamento da situação. “Para a liberação total da rodovia são necessárias obras estruturantes, de recomposição de aterro, contenção e reforço na sinalização”, explicou o geólogo da SDC, Humberto Alves da Silva.

Durante a reunião ficou acertado que a SC 370 e a Serra do Corvo Branco permanecem interditadas até que ações para a redução de riscos sejam realizadas. Dentre elas: Impedimento de trafego de veículos pesados, Sinalização adequada, barreiras físicas a margem da rodovia, limpeza da drenagem, desvio na área de escorregamento, monitoramento diário e o fechamento durante a noite para o trafego de todos os tipos de veículos. Após a conclusão destas ações a via será liberada parcialmente, ou seja, apenas durante o dia. Em paralelo será realizada a busca de uma solução definitiva.

Segundo o Secretário de Estado da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Jr, o problema da Serra do Corvo Branco se arrasta há décadas e a população não pode conviver mais com o alto risco que estão expostos todos os dias na SC 370 e na Serra do Corvo Branco. “Estamos juntos buscando o mais rápido possível a liberação do local. Entendemos a importância da via para os moradores da região, por isso, pedimos paciência que os órgão estão trabalhando buscando a normalidade”, destacou o secretário.

A precariedade da Serra do Corvo Branco foi agravada por forte enxurrada que atingiu os municípios de Grão Pará e Rio Fortuna. A interdição ocorreu na noite de segunda-feira (14) após a avaliação da equipe técnica da SDC. O Bloqueio ocorre no trecho da SC 370 entre o distrito de Aiuerê, em Grão Pará, e o topo da Serra, em Urubici e está sendo realizado por barreiras físicas com o apoio PMSC.