Grão-Pará

A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu alerta, há pouco, sobre o risco de deslizamentos na Serra do Corvo Banco, em Grão-Pará. A cidade foi atingida por um forte temporal no sábado (12), e as autoridades ainda calculam os prejuízos. Houve uma série de queda de barreiras de terra em vias rurais, o que prejudica a trafegabilidade desde o acontecido.


Dois dias após o temporal que devastou boa parte de Grão-Pará, o secretário de Estado da Infraestrutura de Santa Catarina, Carlos Hassler, visitou Grão-Pará na manhã desta segunda-feira (14), para verificar os estragos causados pelas enxurradas. Acompanharam o secretário na vistoria dos locais atingidos pela enxurrada o prefeito Márcio Borba Blasius, o vice-prefeito Ademir Bonetti, o coordenador municipal da Defesa Civil, Dione Heinzen, representantes da empresa Setep, e o fiscal de Obra do (Departamento Estadual de Infraestrutura) Deinfra. Foram inúmeros os locais atingidos pelo temporal, principalmente na SC-370 e Serra do Corvo Branco, região da localidade de Aiurê.


A prefeitura de Grão-Pará está contabilizando os danos causados. Dependendo dos prejuízos, o prefeito poderá decretar situação de emergência no município ainda nesta semana.


Apesar da força da enxurrada, não houve feridos, desalojados ou desabrigados. Em uma prévia de danos, somente na SC-370, as autoridades calculam que será preciso mais de R$ 3 milhões para recuperar a rodovia, a principal da cidade.


A Defesa Civil alerta para que o trânsito na rodovia que corta a Serra do Corvo Branco seja evitado. Ocorrências devem ser comunicadas ao 199, 193 ou 190.