Uma criança de 4 anos foi diagnosticada com meningite viral em Morro da Fumaça. Durante a manhã desta sexta-feira (4), informou a prefeitura da cidade, foi realizada uma higienização na escola onde o pequeno estuda, no distrito de Estação Cocal. Outros dois casos suspeitos da doença foram descartados.

Os resultados dos três exames, das crianças que apresentaram sintomas similares à doença, foram confirmados nesta sexta. Apenas uma criança foi diagnosticada com a meningite viral, que possui um quadro menos grave do que a meningite bacteriana, por exemplo.

“O município está seguindo as medidas preventivas da doença e prestando todo o suporte. Salientamos que não há motivo para preocupação. Dois casos foram descartados e um diagnosticado com meningite viral, menos grave e mais comum nesta época do ano”, complementou o secretário de Saúde de Morro da Fumaça, Robson Francisconi.

Ainda durante a manhã desta sexta, profissionais das secretarias de Saúde e de Educação se reuniram para traçar estratégias em relação à doença e, durante a tarde, visitaram todas as escolas e Centros de Educação Infantil (CEIs) da cidade para checar a higienização e tirar dúvidas dos pais.

“Queremos que as informações corretas cheguem à população e deixamos claro que não há motivo para alarde”, disse o secretário de Saúde.

Sintomas e prevenção

A meningite viral costuma ser caracterizada por um quadro benigno, isto é, menos grave e geralmente sem sequelas. Os sintomas assemelham-se aos de viroses comuns como febre, diarreia, dor de cabeça, além de rigidez na nuca.

Por ser uma doença de transmissão respiratória, alguns cuidados podem ser tomados para evitar a doença: lave as mãos frequentemente; não compartilhe objetos pessoais; use álcool 70%; não frequente locais com aglomero de pessoas; deixe os ambientes sempre arejados e mantenha as carteiras de vacinação em dia.