Imbituba

O Porto de Imbituba fechou janeiro e fevereiro com alta de 15% na movimentação de cargas. O resultado bimestral soma um volume movimentado de, aproximadamente, 750 mil toneladas (100 mil toneladas a mais que no  mesmo período de 2018). A perspectiva da SCPar Porto de Imbituba é que o complexo portuário do Sul Catarinense movimente 5,4 milhões de toneladas neste ano.

 O transporte de contêineres, coque, milho, hulha betuminosa e toras de madeira representaram 73% do total de cargas que passaram pelo Porto entre janeiro e fevereiro de 2019. Em relação à balança comercial, a importação liderou as operações, com 43,6% do total movimentado, seguida das exportações, com 38,8%. Os demais, 17,6%, ficaram para a cabotagem.

 Para o diretor-presidente da SCPar Porto de Imbituba, Jamazi Alfredo Ziegler,  o crescimento do Porto reflete o esforço que tem sido empregado para a melhoria das condições operacionais. “O desafio agora é atrair novas linhas de navegação, realizar melhorias estruturais para o recebimento e embarque de mercadorias, além de trabalhar com BI (business intelligence), tecnologias da informação e estratégias de inovação para alavancar a nossa competitividade no mercado”, afirmou o diretor-presidente.

 Segundo o Prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior, o aumento na movimentação de cargas é importante porque repercute em renda para todo o município. “Não é só a prefeitura que arrecada mais, mas, é um dinheiro que circula pela cidade, por meio dos armadores, das agências marítimas, dos sindicatos e dos trabalhadores portuários. O crescimento do Porto é bom para toda a cidade”, ratificou o prefeito.