Tubarão

A Câmara de Vereadores de Tubarão aprovou um projeto de lei que autoriza o poder executivo a abrir crédito suplementar no valor de R$ 4,3 milhões para a área da saúde.

Os recursos foram disponibilizados no ano passado pelos governos estadual e federal e não chegaram a ser utilizados a tempo. Caso o projeto não fosse aprovado, as verbas acabariam retornando aos cofres de origem.

De acordo com o diretor-presidente da Fundação de Saúde, Daisson José Trevisol, os recursos que sobraram do ano passado devem ser empregados agora nos mesmos projetos para os quais haviam sido liberados inicialmente.

Muito destes recursos ou não foram usados até o fim do mandato anterior ou não foram objeto de licitação e de orçamento, por exemplo. Segundo o diretor-presidente, ainda há R$ 5 milhões de sobra, à espera de suplementação.

Os R$ 4,3 milhões serão aplicados em projetos como a construção de prontoatendimento, manutenção da atenção básica e assistência farmacêutica, entre outros. O projeto de lei foi aprovado em regime de urgência.