A procura por máscara e álcool em gel aumentou drasticamente em Tubarão após a confirmação do coronavírus em Braço do Norte.

Os produtos estão em falta em alguns estabelecimentos e há relatos nas redes sociais sobre da prática de preços abusivos. Mas ainda não tem nenhuma denúncia no Procon.

De acordo com o coordenador do Procon de Tubarão, Angelo Pulita, o órgão fará nesta semana uma pesquisa de preço para saber se os estabelecimentos comerciais da cidade estão cobrando preços acima do normal.

“Já tem uma equipe designada para iniciar os trabalhos, embora ainda não há nenhuma denúncia de irregularidade. Vamos fazer um comparação com os preços praticados antes de a população começar a comprar produtos e grande quantidade”, diz Pulita.

O coordenador orienta o consumidor a procurar o Procon em caso de irregularidade por meio do telefone ( 48) 3621-9818. “É preciso comprovar por meio de documentos e nós iremos até o local para averiguar”, finaliza.