Luis Lanzarini, responsável pelo sax (à esquerda), Claudio Cecchettto, o gaiteiro (ao meio), e o cantor Clarlo Simioni (à direita) apresentaram-se ontem em Tubarão
Luis Lanzarini, responsável pelo sax (à esquerda), Claudio Cecchettto, o gaiteiro (ao meio), e o cantor Clarlo Simioni (à direita) apresentaram-se ontem em Tubarão

Angelica Brunatto
Tubarão

 
Tubarão foi contemplada com a visita de um grupo de italianos. Eles vieram da região de Vêneto, através da associação Trevisani Nel Mondo. Além de conhecer um pouco sobre a cultura deixada pelos imigrantes na região, eles aproveitaram para mostrar a sua arte.
 
Junto a representantes da prefeitura de Cordignano, vieram também, os músicos do coral Nova Compagnia del Caretèo. O grupo, existente há seis meses, leva a música italiana para todos. “Na nossa cidade, Castelfrancoveneto, há outros cinco corais. Cada um de nós veio de um outro grupo. Cantamos as músicas trazidas pelos imigrantes para o Brasil, e aquelas que de alguma forma nos fazem lembrar da nossa pátria”, revela o cantor Carlo Simioni. 
 
A motivação deste grupo é a paixão pela música, mas cada um deles vive uma carreira paralela. “Não há nada melhor do que se reunir em volta de uma fogueira, com um copo de vinho e cantar”, conta Carlo. 
 
É a primeira vez que eles visitam a região. O fator que mais chamou a atenção da comitiva foi a força da tradição italiana na região. “O que o povo vive aqui já perdemos na Itália. Agora, queremos levar essa paixão pela pátria de volta para a nossa terra”, destaca o secretário de cultura da prefeitura de Cordignano, Bruno Lenisa.
 
O grupo apresentou-se ontem na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, no bairro Passagem, e na câmara de vereadores. “Isto foi algo inédito. Nunca a câmara recebeu uma comitiva internacional”, comemora a presidenta da Associação Trevisani Nel Mondo, Fabíola Cechinnel.