Edificação será construída sobre o leito do Rio Braço do Norte  -  Foto:Divulgação/Notisul
Edificação será construída sobre o leito do Rio Braço do Norte - Foto:Divulgação/Notisul

São Ludgero

Os trabalhos de construção da ponte no Centro de São Ludgero seguem dentro da normalidade desde que a execução foi iniciada pela empresa Fraga Construções e Engenharia Ltda, ganhadora do processo licitatório em julho.

Duas fases já foram concluídas. A terceira em andamento e a quarta, que tratam da construção de parte das fundações profundas dentro do leito do Rio Braço do Norte, estão previstas para iniciarem no próximo mês.

A primeira fase da execução estava focada na limpeza das margens, montagem do canteiro de obras, isolamento e construção da ensecadeira. A segunda tratou da realização da topografia e sondagem de confirmações. Agora, a direção da empresa concentra os trabalhos na terceira fase, que é a fabricação de diversas estruturas pré-moldadas.

O coordenador de contrato da obra da empresa Fraga, Maciel Scarsi, informa que, ao iniciar o trabalho de fundação, previsto para o mês que vem, ocorrerá a construção das seis primeiras sapatas, que ficam na margem esquerda do rio. “As fundações ocorrem em duas fases. Primeiro, no lado esquerdo e, depois, no direito. Para a conclusão, será realizada a segunda fase da ensecadeira do Rio Braço do Norte e, então, somente após ser finalizada esta fase das fundações no lado direito e colocação das últimas quatro sapatas, a fundação é concluída, totalizando dez pilares existentes no projeto executivo”, detalhou.

O projeto da segunda ponte no Centro e os acessos foram elaborados pela empresa Geovias Engenharia Ltda, o estudo ambiental foi realizado pela Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel). Já a fiscalização é da Construtora Dandolini Ltda.

O investimento total na construção da obra é de R$ 3.050.663,30, R$ 1.539.916,00 são recursos do governo do estado, por meio do Fundo Social em convênio assinado no dia 28 de junho na Agência de Desenvolvimento Regional ADR de Braço do Norte, e R$ 1.510.747,30 de contrapartida do município, por meio de financiamento firmado com Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE)