Quando pensamos em saúde de forma geral, a aptidão física desempenha um papel importante. Estudos têm demonstrado que quando estamos bem condicionados fisicamente, temos uma redução nos riscos de desenvolver algumas doenças, tais como: diabetes tipo II, doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.

A aptidão física voltada para a saúde, leva em consideração cinco componentes importantes. Vamos conhecê-los?

1. Capacidade cardiorrespiratória: é a capacidade do seu corpo de captar oxigênio de forma eficiente e entregá-lo aos tecidos por meio do coração, pulmões, artérias, vasos e veias. Ao se envolver em exercícios regulares que desafiam o coração e os pulmões, você pode melhorar o metabolismo celular, tornando os desafios físicos da vida cotidiana muito mais fáceis de serem realizados, como por exemplo, subir escadas ou brincar com as crianças. Então, coloque seu corpo em movimento. Atividades como a corrida, a natação e a bicicleta são capazes de gerar esses estímulos e melhorar a sua capacidade cardiorrespiratória.

2. Força muscular: a força muscular refere-se à quantidade de força que um grupo muscular pode produzir em um esforço total. A força muscular é específica do grupo muscular trabalhado e é por isso que um programa de treinamento de força bem equilibrado deve trabalhar todos os principais grupos musculares.

Com o passar dos anos, vamos perdendo massa muscular e isso impacta diretamente na nossa capacidade de locomoção e equilíbrio. O treinamento de força também é importante para a prevenção de osteoporose, principalmente em idosos. Em crianças, a aptidão muscular está associada com melhor auto-estima, saúde óssea, risco reduzido de doença cardiovascular e fatores de risco metabólicos. Exercícios como a musculação e o CrossFit podem auxiliar você a aumentar sua força muscular.

3. Resistência muscular: a resistência muscular é a capacidade de um grupo muscular de se contrair continuamente contra uma determinada resistência. Ter músculos resistentes é de extrema importância para manter uma boa postura por longos períodos do dia. Isso porque nossos músculos paravertebrais são responsáveis por sustentar a nossa coluna e manter uma postura adequada. Você também precisa de pernas resistentes para subir vários lances de escadas sem cansar-se. Exercícios como a musculação e o treinamento funcional auxiliarão você a ficar mais resistente.

4. Flexibilidade: a flexibilidade refere-se à amplitude de movimento em torno de uma determinada articulação. Ter uma boa amplitude de movimento nas principais articulações pode reduzir a probabilidade de lesões, dores na região lombar e melhorar o desempenho atlético. Para a saúde, a boa flexibilidade auxilia nas atividades do cotidiano. Imagine o quão difícil pode ser para um idoso alcançar itens em prateleiras altas ou pegar objetos no chão. Atividades como a Yoga, o Pilates ou o Tai Chi podem proteger suas articulações e manter uma boa mobilidade.

5. Composição corporal: ter uma boa composição corporal é muito importante. Seu corpo é composto de massa corporal magra e gordura. A massa corporal magra é composta por músculos, pele, órgãos, fluídos e ossos. Uma composição corporal saudável reduz de forma significativa os riscos de desenvolver várias doenças, entre elas as cardiovasculares. O cuidado com a gordura corporal não deve ser visto como uma preocupação relacionada à estética, mas sim à saúde. Procure um profissional de Educação Física para fazer uma avaliação física e auxiliar você a encontrar o caminho para um estilo de vida mais ativo e saudável.