A coleta, hoje feita apenas uma vez ao mês, passará a ser quinzenal
A coleta, hoje feita apenas uma vez ao mês, passará a ser quinzenal

Angelica Brunatto
Tubarão

 
Não é novidade que o problema na coleta de lixo em localidades rurais de Tubarão gera muitas reclamações. E para melhorar os serviços, representantes da prefeitura, da câmara de vereadores e da Retrans, empresa responsável pelo serviço, reuniram-se esta semana para decidir como melhorar o recolhimento nestes pontos mais distantes.
 
Atualmente, o serviço é realizado apenas uma vez por mês – sempre aos sábados – na região interiorana do município. Agora passará a ser realizada quinzenalmente. Após muito debate, ficou decidido que serão instalados pelo menos 150 cestos coletores nas localidades como Morro da Sanga, Linha Mesquita, Alto Pedrinhas, Rio do Pouso Alto e Sanga da Areia.
 
“Isto será feito em parceria com as Associações de Moradores de cada comunidade”, antecipa o gerente da Retrans, Cláudio Nunes. Nestes locais, há ruas nas quais o caminhão tem dificuldade para chegar.
 
Conforme o contrato que a Retrans tem com a prefeitura, a coleta na área rural não está estabelecida. A intenção é mudar esta questão também. “Com isso, a empresa terá condições, inclusive legais, de prestar um serviço melhor e em todo o município”, avalia o vereador Dionísio Bressan Lemos (PP), autor do pedido de realização da audiência. 
 
A secretaria de infraestrutura da prefeitura também se comprometeu em ajudar. As ruas onde o caminhão não consegue passar receberão manutenção. Além disso, a Retrans fará a coleta com um veículo mais leve.