Imbituba

A revitalização dos caminhos tradicionais e trilhas ecológicas do município foi tema esta semana, de um encontro que reuniu representantes de vários segmentos e instituições da região. O debate serviu para mostrar a situação atual dos projetos voltados ao desenvolvimento de trilhas ecológicas e que estão em andamento no município.

Inicialmente, cinco trilhas serão adequadas, com a melhoria dos acessos, a colocação de placas de sinalização e a interpretação ambiental dos trechos. Segundo a equipe técnica do ICMBIO/APA da Baleia Franca, além de melhorar a experiência dos turistas e dos moradores locais, o projeto tem a intenção de incentivar a criação de trilhas de longo percurso.

O projeto tem recursos do município de Imbituba, bem como, o apoio de entidades e voluntários. Segundo Cris Bossani, condutora ambiental, uma trilha de longo percurso dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca servirá para integrar as trilhas locais à Rede Brasileira de Trilhas.

“O intuito principal de um projeto como esse é a preservação e o uso sustentável das trilhas locais, aliado ao potencial turístico da região”, disse a condutora ambiental.

Para o Secretário Municipal do Meio Ambiente, Paulo Márcio de Souza, esse tipo de ação é muito importante porque, além de promover o turismo de trilhas, evidencia a importância da preservação ambiental das áreas determinadas no município.

O evento é uma parceria da Prefeitura de Imbituba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), juntamente com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO/APA da Baleia Franca) e o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC).