A chuva não foi problema para quem foi ao comércio de Tubarão nesta quinta-feira (30) em busca de produtos comercializados sem os impostos incidentes. Mas de 50 estabelecimentos dos mais variados segmentos aderiram ao Dia Livre de Impostos (DLI), incentivados pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). 

Em Tubarão, a CDL instalou uma tenda desde quarta-feira ao lado da Casa da Cidade e, com o impostossauro e o CDLito, despertaram a atenção da população que a todo instante buscava informação sobre o que seria o Dia Livre de Impostos. A CDL lembra que todos os estabelecimentos constantes na relação divulgada tiveram seus nomes incluídos mediante confirmação de cada um. 

O presidente da CDL, Harrison Marcon Cachoeira, avaliou o DLI como fundamental para mostrar a insatisfação dos lojistas quanto à pesada carga tributária que limita o poder de consumo do brasileiro. Para a população, segundo ele, foi mostrar o quanto ela paga de imposto sobre cada produto adquirido.  “O brasileiro trabalha em média 153 dias por ano, equivalente a cinco meses, para pagar encargos”, ressalta. Para ele, o Dia Livre de Impostos em Tubarão cumpriu seu dever de casa e o entendimento dos associados da CDL para o engajamento foi fundamental para o sucesso do DLI nesta quinta-feira. 

A dona de casa Nara Fernandes, de Tubarão, já nas primeiras horas de comércio aberto, mesmo com a chuva intensa, resolveu sair em busca do que desejava. “Vim para comprar um calçado e acabei levando dois pares pelo preço de um. Foi um desconto muito bom e me rendeu uma boa economia. Em dia normal, com certeza ia gastar mais”, disse. O entregador de pizza, Leandro Cardoso da Rosa, também não perdeu tempo. Foi em busca de uma jaqueta. “Estou ainda procurando porque não consegui o que quero. Mas vou continuar até encontrar uma com bom preço”, enfatizou.