Rafael Andrade

Imbituba

O terceiro caso suspeito na Amurel e o primeiro em Imbituba surgiu na manhã desta sexta-feira (13), em Imbituba. Uma paciente moradora da cidade deu entrada no Hospital São Camilo, no bairro Paes Leme, com fortes sintomas da doença que vem assustando milhões de pessoas pelo mundo. E foi um caso interno, de uma possível infecção nacional, pois a mulher não havia estado no exterior recentemente.

Ainda não há mais detalhes sobre o caso. O material de coleta já foi encaminhado ao Laboratório Central de Santa Catarina (Lacen), que tem até 72 horas para analisar as amostras e descartar outras viroses, como o H1N1. O mesmo procedimento dos outros dois pacientes na Amurel: um em Braço do Norte e outro em Tubarão também irá ocorrer com a imbitubense. Os testes serão concluídos no Instituto Oswaldo Cruz, na Fiocruz, no Rio de Janeiro (RJ).

Uma coletiva de imprensa às 18h desta sexta, no gabinete do prefeito Rosenvaldo da Silva Júnior irá detalhar mais a respeito do caso. A Vigilância Epidemiológica de Imbituba já foi comunicada e deve iniciar, ainda hoje, os procedimentos de monitoramento diário do paciente e seu isolamento. A mulher segue internada no Hospital São Camilo e protocolos de higienização e isolamento já iniciaram.

“O prefeito já está em contato com os órgãos de saúde e de segurança para reunir dados e repassar aos meios de comunicação ainda nesta sexta”, garante a assessoria de imprensa de Rosenvaldo.