Amanda Menger
Tubarão

Para mais de 100 crianças de Tubarão, o Natal chegou mais cedo este ano e ‘pelas mãos’ dos Correios. Meninos e meninas de até 12 anos receberam, ontem, a visita do Bom-Velhinho com os presentes dos padrinhos que adotaram as cartinhas escritas pelos pequenos e enviadas pelos Correios.
Carolina Rossetti, 11 anos, escreveu pela primeira vez para o Papai Noel e foi atendida. Ela ganhou uma boneca, um jogo e uma cesta básica. “Eu pedi na carta uma ajuda para minha mãe e um brinquedo. Ganhei mais do que pedi! O Natal será diferente este ano”, anima-se Carolina.

Wellington Melo de Souza, 8, foi presenteado com o que mais queria: uma bicicleta. “Foi o que eu pedi, é a primeira carta que escrevo para o Papai Noel e fui atendido. Estou bem feliz”, comemora.
Pelo terceiro ano, a auxiliar de contabilidade Eliege Cascaes Dandoline adota cartinhas enviadas aos Correios. “A carta foi escrita por uma menina de 8 anos que tem mais dois irmãos, um de 6 e outro de um ano e três meses. Ela pedia uma cesta básica e material escolar. No escritório, resolvemos ajudá-la com a cesta, os materiais e ainda roupas para o bebê e alguns brinquedos”, relata.

E se para as crianças receber o presente é alegria pura, para os padrinhos que proporcionam isso a felicidade é redobrada. “Estou aqui na expectativa para ver quem são as crianças e se eles gostarão dos presentes. Espero que sim, porque nós compramos tudo com muito carinho”, emociona-se Eliege.
Um outro padrinho adotou três cartas. “Duas pediam material escolar e outra uma boneca. Como são crianças, resolvi colocar um brinquedo dentro da mochila dos que pediram o material. Estou aqui para ver se conheço as crianças, espero que gostem dos presentes”, afirma.