Direção trabalha para construir novo bloco e reformar imóveis desativados que pertenciam ao Dnit

Tubarão

Com a oferta de novos cursos e o aumento no número de alunos, a direção do Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc) prepara a ampliação do espaço físico no campus situado às margens da BR 101, em Tubarão. “Nosso desafio é ampliar a estrutura física para atender melhor a comunidade e ofertar mais cursos para poder atingir nossas metas. Tenho a convicção de que precisamos qualificar cada vez mais a educação e os novos espaços trarão mais oportunidades para isso”, afirma a diretora-geral do Ifsc Tubarão, Consuelo Sielski.
A primeira etapa veio com a cessão de quatro imóveis que pertenciam ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O terreno fica entre o IFSC e a Polícia Rodoviária Federal. São três casas de aproximadamente 50 metros quadrados cada, localizadas nos fundos do terreno, além de um sobrado de dois pavimentos de aproximadamente 200 metros quadrados. No dia 7 de março, a Superintendência de Patrimônio da União (SPU) e a reitoria do IFSC assinaram um termo de cessão de uso, com prazo de 20 anos. A destinação ao Ifsc colocará a serviço da educação um patrimônio público que não estava sendo utilizado.
Os espaços serão todos reformados e incorporados ao Campus. Os imóveis serão transformados em salas multiuso, laboratórios de pesquisa, cantina e espaços de convivência para os estudantes, decisão que será tomada por toda a comunidade acadêmica. “Estamos realizando a topografia do terreno. Ao mesmo tempo, estamos discutindo com servidores e alunos qual será o destino dos imóveis. A ideia é termos espaços que possam ser utilizados para diferentes atividades”, explica o chefe do Departamento de Administração (DAM), Robson Vieira.

Reforma e construção prevê investimento de R$ 1,9 mi
A estimativa é que a licitação para a reforma dos espaços deve ser lançada até a metade deste ano. A mesma licitação também viabilizará a construção de um novo bloco, de um pavimento e aproximadamente 900 metros quadrados, nos fundos do campus. No local serão construídos espaços multiuso para salas de aula e auditório, por exemplo. A previsão é de que o valor total da reforma dos imóveis e da construção do novo bloco gire em torno de R$ 1,9 milhão, com recursos do orçamento do Ifsc e de uma emenda parlamentar do deputado Jorge Boeira.
Atualmente, o campus Tubarão do Ifsc tem duas turmas de cursos técnicos em informática e a primeira turma do curso superior de tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas, além de diversos cursos de qualificação profissional, Pronatec e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Por problemas de espaço, alguns cursos são oferecidos em outras instituições parceiras do Ifsc.