Em homenagem aos 140 anos de imigração italiana no Estado, vereadores entregam honrarias a representantes do país europeu

Tubarão

Neste mês, a imigração vêneta no Sul do Estado completa 140 anos. Os primeiros imigrantes instalaram-se na Colônia Azambuja, fundada no dia 28 de abril de 1877, sob direção do engenheiro Joaquim Vieira Ferreira.
Em alusão à data, a Câmara de Vereadores de Tubarão realizou ontem uma sessão solene para homenagear autoridades e personalidades italianas e ítalo-brasileiras.
Entre os homenageados estava a deputada italiana Renata Bueno. “Para mim é uma grande honra poder participar deste momento tão importante para os italianos e seus descendentes de Santa Catarina, um dos Estados mais produtivos e importantes do Brasil, graças a essa contribuição dos oriundi que aqui chegaram há 140 anos”, afirma.
O prefeito Joares Ponticelli também recebeu menção na Câmara e na quarta-feira, participou da sessão solene da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). “Fico feliz em falar em nome de todos os homenageados, certamente muitos deles com muito mais serviços prestados à cultura italiana que eu. Também estou feliz aqui na condição de prefeito de Tubarão, pois foi na localidade de Morrinhos, que antigamente fazia parte de Laguna, mas hoje pertencente a Tubarão, que nasceu Anita Garibaldi, venerada em toda a Itália. Aproveito a oportunidade para falar um pouco dessa história tão marcante dos italianos no Brasil e em Santa Catarina. No Sul do Estado vivemos momentos de grande dificuldade onde o poder da força e superação dessa italianidade foi muito significativo. Por isso, é importante que se celebre e mantenha essa memória viva. É preciso que se faça permanentemente uma reflexão sobre a nossa história”, destacou Ponticelli.

Deputada Renata Bueno
Renata Bueno é ítalo-brasileira, advogada especialista em Direitos Humanos. Militante política, filiada ao PPS, foi eleita, em 2009, a vereadora mais jovem da cidade de Curitiba, marcando seu mandato com projetos de incentivo à cultura, educação e direitos humanos. Como parlamentar em Roma, é responsável por um diálogo aberto entre Itália, Brasil e demais países da América Meridional. Representa legitimamente a “voz” de cada um dos cidadãos ítalo-descendentes.