Braço do Norte

Na próxima sexta-feira (20), das 8h às 17h, famílias de baixa renda de Braço do Norte, que são tutores de cães sem raça definida poderão levar os seus animais para realizarem o procedimento de castração. A ação ocorrerá na Praça Padre Röer, no mutirão da Carreta Castra Móvel.

No entanto, para participar da iniciativa é necessário fazer o cadastro na Secretaria de Agricultura do município, localizada na Rua Professor Pedro Michels, no Bairro Nossa Senhora de Fátima, em frente ao Estádio Lauro Koch. Conforme o secretário de Agricultura, Adir Engel, cerca de 130 animais deverão ser castrados. “Serão apenas animais sem raça definida. Alguns já possuem cadastro e outros serão recolhidos das ruas e colocados para adoção”, explicou.

Por outro lado, os animais de raça poderão ser castrados de forma particular com valores sociais. As inscrições podem ser feitas na Agropecuária Baggio (em frente à Nana Lotérica, em Braço do Norte). As inscrições encerram nesta quarta-feira. Os valores particulares são: gatos – R$ 100, cães até 20 quilos – R$120, cães de 20 a 30 quilos – R$180 e cães acima de 30 quilos – R$ 300. Animais de raça, com anestesia geral inalatória será cobrado mais R$ 50.

A responsabilidade por cadastrar, levar na próxima sexta-feira e cuidar do pós-operatório é o tutor do animal. O pagamento do procedimento será realizado no dia, com a equipe da carreta. O prefeito de Braço do Norte, Roberto Kuerten Marcelino, destaca que a vinda do Castra Móvel mais uma vez para Braço do Norte faz parte do Plano de Proteção Animal, realizado pela prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura, em parceria com o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). A ação conta com o apoio do Projeto Ajude um Animal de Rua.

O objetivo da ação é promover a melhoria da qualidade de vida dos bichos. A castração, além de ser o método mais garantido para o controle populacional de animais domésticos, também diminui a probabilidade de doenças como tumor de mama, tumor de próstata e doenças infectocontagiosas.

Para castração de cachorro filhote, recomenda-se agendar a castração para logo depois do término do ciclo de vacinas pediátricas, o que costuma acontecer por volta dos 6 meses. Como nessa fase o pet ainda não atingiu a maturidade sexual, não terá altos níveis de hormônios reprodutivos, reduzindo bastante a chance de ele desenvolver alguns tipos de câncer. Mas, mesmo em outras fases da vida, a castração melhora a qualidade de vida e diminui o risco de doenças nos cães, inclusive os idosos.

Convênio com o Unibave

Além da ação com a Carreta Castra Móvel, a Secretaria de Agricultura também retomou o convênio com o Unibave para a castração e microchipagem. Semanalmente são enviados cerca de 15 animais (cães e gatos) para a universidade.