#Pracegover Foto: na imagem há uma mulher de cabelos compridos, roupa rosa e preto e com um celular na mão
#Pracegover Foto: na imagem há uma mulher de cabelos compridos, roupa rosa e preto e com um celular na mão

A moradora de Braço do Norte Pamela Medeiros, de 31 anos, morreu neste sábado (12), à tarde. Ela estava internada há algumas semanas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em um hospital de Içara.

Pamela estava com a filha Lavínia de 6 anos, em casa no último dia 21, quando sofreu um Acidente Vascular Encefálico (AVE). A menina conseguiu entrar em contato com a avó Terezinha Medeiros e com o tio Natanael Medeiros. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi acionado e a jovem encaminhada para o Hospital Santa Teresinha, na Cidade do Vale.

Na casa de saúde de Braço do Norte, ela ficou um dia e foi transferida para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Araranguá e posteriormente para o hospital de Içara. Após três semanas hospitalizada Pamela não resistiu e faleceu neste sábado.

Nas redes sociais amigos e parentes se despedem da Pamela. “Com muita tristeza no coração, venho agradecer as orações que aqui pedi desde exatamente 3 semanas atrás em um sábado. A Pamela Medeiros acaba de ser mais uma estrelinha lá no céu. Pamela deixa uma filhinha linda de 6 anos, Lavínia, a mãe Terezinha Medeiros e o irmão Natanael Medeiros. Família muito especial. Peço a Deus que dê muita força para esta mãe, para Lavínia e Natanael”, escrevei a psicóloga e amiga, Katherine Werner Boeing.

Acidente vascular encefálico (AVE) – também conhecido como acidente vascular cerebral (AVC), ou ainda derrame cerebral – é uma doença frequente e muito grave. Existem dois tipos de AVE: o isquêmico e o hemorrágico.

O AVE isquêmico acontece quando há obstrução arterial por embolia ou trombose, ou seja, a suspensão do fluxo sanguíneo em algum local do cérebro. O evento leva à morte das células, pois impossibilita a chegada de oxigênio à elas. Esse tipo de AVC é o mais frequente e constitui 85% da incidência.

O AVC hemorrágico, por outro lado, se manifesta devido à ruptura do encéfalo, o que leva a hemorragia. O AVC hemorrágico acontece em 15% dos casos e pode ocorrer na camada entre o cérebro e a meninge, ou dentro do próprio tecido cerebral.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul