Wagner da Silva
Braço do Norte

O conselho de desenvolvimento regional do Vale aprovou o projeto apresentado pela Associação dos Bombeiro Comunitários de Braço do Norte (ABCBN) para a compra de um caminhão auto bomba tanque e resgate (ABTR). Agora, a entidade estuda o próximo passo deste investimento. Apesar do valor disponibilizado pelo estado, cerca de R$ 540 mil, a associação busca a possibilidade de ratear o montante entre as prefeituras onde a associação atua. A secretaria de desenvolvimento regional em Braço do Norte assumiu o compromisso de repassar também uma parte. O valor, porém, ainda não foi definido.

Uma das justificativas para a aquisição do modelo é o tempo de serviço do atual caminhão. Já são 30 anos de uso. O veículo tem alto custo de manutenção por causa da idade. “O caminhão apresenta problemas crônicos. O resultado é uma despesa muito grande. Além disso, o número de ocorrências aumentou muito nos últimos anos. Por isso, este investimento, agora, é extremamente necessário para o Vale”, destaca o presidente da ABCBN, Reginaldo de Oliveira.

Ele explica que o valor rateado entre as prefeituras está baseado no número de eleitores de cada município. “Seria injusto o mesmo valor para todas. Por isso, optamos pelo número de eleitores”, reforça o presidente. Alguns prefeitos do Vale, sensíveis à causa, sinalizaram positivamente e comprometeram-se em incluir o valor no orçamento do próximo ano. “Sabemos que haverá demora, mas um primeiro contato com os prefeitos mostrou que eles estão conscientes da necessidade e do benefício a toda a população da região”, valoriza Reginaldo.

Aquisição
O Corpo de Bombeiro de Braço do Norte aguarda ainda a chegada de um corte hidráulico, usado para retirada de vítimas presas em ferragens. O equipamento, importado da Áustria, custa cerca de R$ 45 mil e deve ser acoplado ao caminhão auto bomba tanque (ABT). O dinheiro é proveniente do Fundo de Reaquipamento do Bombeiro.