Estudantes da Escola Estadual Delfino, no centro, em Blumenau, poderão utilizar um banheiro considerado unissex. A implantação do cômodo foi finalizada há poucos dias. No entanto, o local e a sua utilização virou motivo de discussão na Câmara de Vereadores do município.

Recentemente o vereador Marcos da Rosa (DEM) apresentou um Projeto de Lei (PL) que proíbe os banheiros unissex em espaços públicos de Blumenau. Para ele, os banheiros devem ter públicos destinados como feminino e masculino. Os espaços que não devem conter a utilização unissex são AS escolas. O projeto deverá tramitar ainda nesta semana nas comissões da Casa Legislativa.

Entre os argumentos mais fortes utilizados pelos defensores da divisão de banheiros por sexo é o aumento da insegurança para as mulheres. Eles afirmam que em lugares onde a circulação de meninos e meninas em sanitários é livre, casos de violência sexual podem ocorrer.

No Brasil, diversos locais já adotaram, outros estão tramitando leis e alguns se recusam totalmente. Na Europa o banheiro unissex ou multigênero é uma realidade, como na Alemanha, Holanda e em Malta. Você é a favor de um banheiro unissex nas repartições públicas do seu município?

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul