Priscila em pose logo após receber o prêmio. - Foto: Divulgação/Notisul.
Priscila em pose logo após receber o prêmio. - Foto: Divulgação/Notisul.

Córdoba, Argentina

Depois de representar Imbituba na cerimônia de abertura e encerramento das Olimpíadas Rio 2016, a artista, coreógrafa e bailarina, Priscila Gonçalves, conquistou mais um título, agora na Argentina, na categoria Solo Profissional de Dança do Ventre, onde recebeu a premiação ontem, no encerramento do Festival, em Córdoba. O Universal Dance é o mais importante encontro de dança do país vizinho e do Sul da América Latina reunindo bailarinos da Argentina, Brasil, Chile, Uruguai e Paraguai em modalidades como Ballet, jazz, danças urbanas, folclore e dança do ventre.

Antes do Festival, foram realizadas seletivas em cada país, onde apenas os primeiros e segundos colocados passavam à final na cidade argentina. No Brasil, a eliminatória ocorreu em maio, em São José. A imbitubense se classificou ao conquistar a segunda colocação, perdendo apenas para uma dançarina argentina. 

No entanto, na finalíssima Priscila deu o troco ao derrotar uma oponente ‘hermana’. “Eram muitas bailarinas de nível forte e todas dançaram superbem. Na final, disputei com uma argentina e foi muito legal, todos os argentinos brincando por causa da rivalidade em jogos entre os dois países. Ficávamos balançando as bandeiras até sair o resultado. E quando deu Brasil, eu quase morri (risos). Foi demais, todas ‘las chicas’ queriam tirar foto comigo e com a bandeira do Brasil”, lembra Priscila.