Nos eventos do MDB havia sempre uma brincadeira que se algo pudesse dar errado, daria errado. Naquela época era mais sobre equipamentos de som e vídeo. O ex-governador Paulo Afonso Vieira pegou Covid nos Estados Unidos, está com sintomas, isolado em casa, por isso cancelou sua volta e não participará da convenção de sábado. “Estou muito triste. Sei que minhas chances de ganhar a convenção eram pequenas. Mas queria marcar posição e registrar o posicionamento de um emedebista raiz”, conta o até então pré-candidato ao Senado.

Paulo Afonso sempre achou que o senador Dário Berger teria sido o candidato natural da sigla. Com a saída deste para o PSB e o tempo esgotado para construir uma coligação com cabeça de chapa do MDB, o ex-governador passou a apoiar a posição dos prefeitos e deputados pró-Moisés, por garantir à sigla um mínimo de unidade e viabilidade eleitoral.
Também porque o governador Carlos Moisés, embora tenha sido eleito na onda Bolsonaro de 2018, hoje é, fora o Décio Lima, o menos bolsonarista dos pré-candidatos ao governo catarinense.

“A candidatura do Antídio (Lunelli) será um desastre para o MDB. Nós cairemos para a série C da política catarinense”, lamenta Paulo Afonso, sobre a intenção do ex-prefeito de Jaraguá do Sul de concorrer em chapa pura.

Eliane e Paulo Afonso estão nos Estados Unidos desde 25 de junho, para ajudar uma das filhas e o genro, dentistas que vão lecionar em universidade da Flórida, na instalação e principalmente nos cuidados com o neto Guenther. Os pais começaram a trabalhar imediatamente e durante todo o dia. O ex-governador está relativamente bem, mas teve febre e dores no corpo. Felizmente fez quatro doses da vacina. A tensão será tanta na convenção, que Paulo Afonso nem vai tentar uma manifestação remota. E isso será o mínimo que poderá dar errado!

SC competitiva e segura

Investimentos em infraestrutura de transportes e questões tributárias para desenvolver Santa Catarina e tornar o ambiente favorável aos negócios e à geração de empregos foram abordados no encontro do Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (Cofem) com o governador Carlos Moisés, na noite de quarta, na Casa d’Agronômica. Os investimentos em infraestrutura de transportes, especialmente rodovias e ferrovias, são uma das principais preocupações dos empresários, pois afetam diretamente a competitividade das empresas e a segurança dos motoristas. O governo assegura que o plano Estruturar para crescer, desenvolvido pela Secretaria da Fazenda, prevê investimentos de R$ 80 bilhões em 20 anos para sustentar o crescimento equilibrado e o combate à pobreza em Santa Catarina.

Fim de papo

O PP de Esperidião Amin foi surpreendido com a decisão unilateral do PL de Jorginho Mello em suspender a negociação na noite de quarta-feira. Haviam se encontrado durante o dia e as tratativas seguiriam, mas aí veio uma nota dizendo que as conversas com PP estavam concluídas porque o PL optou por garantir o direito de concorrer a todos os candidatos da sigla.

Fechada a Frente

O senador Dário Berger (PSB) aceitou concorrer à reeleição na chapa com Décio Lima (PT) candidato a governador. Berger diz que praticou o gesto pensando na unidade da Frente Democrática em Santa Catarina e no fortalecimento partidário do PSB. Com isso atende pedido de Lula e Alckmin numa contribuição ao projeto nacional. A decisão tomada foi tomada na noite de quarta, depois de conversa remota com os membros da executiva estadual, do diretório e pré-candidatos do PSB.

Ajuste fino

A coligação “autoexplicativa”, como gostam de chamar, em torno do pré-candidato Gean Loureiro (União Brasil) deve deixar em aberto as vagas de suplentes ao Senado. Até o prazo final das convenções, na perspectiva de conseguir mais aliados ou compensar a geografia dos demais concorrentes. A chapa espera 2 mil pessoas no evento no CentroSul, em Florianópolis. Dizem que terá controle de frequência.

Novas nascentes

O Programa Nascer de Pré-Incubação de Ideias Inovadoras para o Ecossistema Catarinense de Inovação vai selecionar 276 propostas de produtos ou processos inovadores que possam virar startups para receber mentoria e criar negócios. As inscrições encerram-se na próxima segunda, às 18h. É a terceira edição, iniciativa da Fapesc em colaboração com o Sebrae/SC. Serão formadas 21 turmas de pré-incubação nas cidades-polo, em formato híbrido, e mais duas turmas remotas (online). Os 23 melhores pitchs, vídeos de apresentação da ideia, um em cada região, receberão R$ 20 mil.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Pelo Estado