Zahyra Mattar
Tubarão

As cinco empresas concorrentes na licitação para a execução da Arena Multiuso de Tubarão – Planen, Progredior, Camilo e Ghisi, Construtora Viseu e Engetom – apresentaram ontem pedidos de impugnações umas contra as outras. Ontem de manhã, houve a abertura dos envelopes com as propostas técnicas, ou seja, a habilitação das empresas.

Com isso, a comissão de licitação terá cinco dias úteis (até a próxima segunda-feira) para julgar os cinco pedidos de impugnação. Conforme as empresas, nenhuma das concorrentes possui comprovação das exigências do edital.
Por conta disso, conforme o Notisul antecipou na última semana, o Sindicato da Construção Civil (Sinduscon) de Tubarão e Região ingressará, hoje, com o pedido de suspensão da licitação.

“Avisamos que o edital precisava ser modificado. Mas não quiseram nos ouvir. Nem a única empresa no país que encontramos com capacidade técnica para fazer a obra comprovou isso com documentos ontem”, lamenta presidente do sindicato, Silvio Ghisi.