Após a aprovação da redação final, o projeto seguirá para a sanção do prefeito Manoel Bertoncini (PSDB)
Após a aprovação da redação final, o projeto seguirá para a sanção do prefeito Manoel Bertoncini (PSDB)

 

Angelica Brunatto
Tubarão
 
O projeto de lei que regulamentará o funcionamento do Centro de Controle de Zoonones (CCZ) de Tubarão, começou a ser analisado. Os vereadores aprovaram o texto em 1ª votação ontem. A redação final deve passar pelo legislativo amanhã.
 
Depois, cabe ao prefeito Manoel Bertoncini (PSDB) sancionar o documento, que passa a se tornar lei. “Como já estudamos muito este projeto, inclusive com a secretaria de saúde da prefeitura e com a ONG Movimenta-Cão, acredito que a sanção do prefeito será imediata”, prevê o vereador Deka May (PP).
 
O texto, que deveria entrar na pauta do legislativo no mês passado, mas foi retirado pelo vereador Dionísio Bressan Lemos (PP), ainda pode sofrer modificações.
 
“Primeiro temos que trabalhar com a educação da população. As pessoas ainda não têm consciência da problemática em torno de abandonar um filhote na rua. Ele cresce, procria. E assim como um círculo vicioso”, pontua Deka.
 
O documento prevê a castração de todos os animais, que serão recebidos pelo centro. Ainda conforme o projeto, cada pessoa poderá ter no máximo 15 animais em casa, com exceção das cuidadoras da ONG Movimenta-Cão. 
 
Contudo, elas deverão enviar relatórios semestrais e não poderão recolher novos animais. Apesar deste passo, ainda faltam outros pontos para que o CCZ funcione efetivamente, como modificações na estrutura e a melhoria na estrada que dá acesso ao local.
 
A prefeitura espera para amanhã a entrega de uma Ducatu, que servirá para o recolhimento dos animais de rua. A vencedora da licitação foi a Unitá Veículos.
 
Licitações 
Hoje serão conhecidas as empresas que estão habilitadas para prosseguirem no processo licitatório para a compra de materiais do setor cirúrgico do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), no bairro Monte Castelo, em Tubarão. Até ontem, nove empresas haviam sido convidadas e receberam o edital.
Os interessados podem entregar os dois envelopes, um com os documentos exigidos no edital e outro com a proposta de preço, até 15 minutos antes da protocolação, que está marcada para as 14 horas. O investimento para equipar o centro cirúrgico será de R$ 18.638,00.
 
A obra
O Centro de Controle de Zoonoses conta com o prédio da administração, além de dois canis, um gatil e um estábulo. O prédio administrativo vai contar com três baias para abrigar os animais recém chegados e doentes, centro cirúrgico e centro de pós-operatório, banheiros, cozinha, lavanderia, almoxarifado e farmácia.
Os canis, que juntos abrigarão até 300 animais, já estão concluídos. O CCZ ainda contará com um estábulo, com duas baias. A ordem de serviço foi assinada em fevereiro do ano passado para a Madecril, de Capivari de Baixo, vencedora da licitação com o valor de R$ 291.094,11.