Nesta segunda-feira (25), a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Tubarão (Apae) completará 56 anos de fundação. A entidade, que surgiu com o objetivo de amparar e transmitir ensinamentos especializados para pessoas com deficiência, incluindo seu contexto familiar, teve como primeiro presidente o professor José Manoel Medeiros.

Hoje, a instituição se destaca como referência no atendimento não só a crianças, mas a jovens, adultos e idosos, desde o aspecto pedagógico, com aulas regulares e extra curriculares, quanto no atendimento de Saúde e terapias diversas para dar mais autonomia e qualidade de vida a seus alunos.

Para isso, a equipe conta com 96 funcionários, atendendo mais de 480 educandos, de 0 a 80 anos. Na área da Saúde, são realizados mais de 3 mil atendimentos mensais gratuitos, incluindo atendimento médico e em fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, odontologia, psicopedagogia, equoterapia, hidroterapia e musicoterapia.

Entre os projetos de inclusão encampados pela instituição, estão o de serviço de inserção no mercado de trabalho, incentivando e preparando jovens com deficiência a partir de 16 anos, para que possam conquistar seu espaço profissional e contribuir com as empresas na Lei 8.213/91, de Cotas para Pessoas com Deficiência.

Ainda os projetos de estimulação precoce, incluindo atendimento educacional e pedagógico especializados, de atendimento especializado, serviço especializado ao transtorno do espectro autista, programa de atividades laborais e serviço de convivência.

Projetos, como o Mercado Solidário, que reúne em um só ambiente, itens de alimentação, higiene, fraldas descartáveis, roupas e calçados para que as famílias que tenham necessidade, possam fazer suas escolhas e aquisições, e o de incentivo ao esporte, preparando educandos para competirem em olimpíadas paralímpicas, entre outros, reforçam a cidadania.

A estrutura conta ainda com uma academia especial adaptada, laboratório de informática completo para inclusão digital, piscina semi-olímpica, sala de Fisioterapia com Pedia Suit, frota de veículos para transporte dos educandos, programas culturais de dança, teatro e musicalização, entre outros diferenciais.

Para manter a estrutura, a Apae de Tubarão conta com recursos do poder público, além dos recursos captados via setor de Teledoações da entidade e outros ainda, provenientes de eventos realizados durante o ano, que contam com o engajamento da comunidade. Entre os eventos estão o Frango na Brasa e o Lugar de Homem é na Cozinha, que este ano acontecerá dia 25 de agosto, marcando sua 15ª edição.

Nesta gestão, que tem à frente a presidente Leila Saleh Goulart, a premissa é a inclusão e a autonomia dos educandos para a cidadania. “Destaco o envolvimento incansável da Diretoria e de toda a Equipe, pronta a entregar sempre mais do que lhe é proposto, pelo comprometimento que têm com o desenvolvimento de cada educando e com a comunidade”, destaca a presidente.

Fortalecer a integração com as famílias dos educandos também tem sido uma prioridade. A oficina de mães e as reuniões na instituição, mostrando com transparência a realidade do trabalho desenvolvido, são alguns exemplos de ações que contribuem com este propósito.
Segundo dados da Federação das Apaes do Estado de Santa Catarina (Feapaes-SC), hoje são cerca de 200 Apaes no Estado.

Recentemente, a Apae de Tubarão foi considerada referência em atendimento e estrutura pela Fundação Catarinense de Educação Especial, que visitou a entidade em Tubarão para implementar um projeto de capacitação. Este projeto já iniciou na cidade e será replicado em outras Apaes do Estado.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul