Aos 94 anos de idade, o ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter se recuperou de uma cirurgia no quadril e voltou a ajudar na construção de casas populares para famílias carentes.

Jimmy ficou três meses em recuperação após o procedimento cirúrgico no quadril. Ele havia caído em casa pouco antes de sair para caçar perus.

Ocupante da Casa Branca entre 1977 e 1981, Carter e sua esposa, a ex-primeira dama Rosalynn, trabalham como voluntários da iniciativa ‘Habitat for Humanity’, que constrói casas de baixo custo. Eles estão envolvidos no projeto há pelo menos três décadas.

Em outubro, o casal viajará até Nashville, no Tennessee, para atuarem na construção de 21 imóveis. Segundo o jornal Atlanta Journal-Constitution, esta será a 36ª vez que Carter participará do projeto.

“Por várias vezes, tentaram descartar a participação do [ex-] presidente Carter. Nunca estiveram certos”, afirmou Bryan Thomas, um porta-voz da Habitat for Humanity (HfH).

A iniciativa existe desde 1984 e conta com mais de 100 mil participantes em 14 países – todos voluntários. Segundo o site da organização, mais de 4,3 mil casas foram construídas desde o início do projeto.

Esta não é a primeira vez que Jimmy Carter participa do HfH enquanto se recupera de alguma lesão. Há dois anos, o ex-presidente deixou um hospital onde era tratado por desidratação para construir casas em Winnipeg, no Canadá.

Ex-presidente mais velho ainda vivo

Jimmy Carter é o ex-presidente dos Estados Unidos mais velho ainda vivo. Casado com Rosalynn há mais de 70 anos, eles viraram notícia algumas semanas atrás quando foram flagrados por uma “câmera do beijo” em um jogo de basquete no Valentine’s Day (foto abaixo).

Em maio, após se desequilibrar em casa e cair no chão, o ex-presidente precisou ser submetido a uma cirurgia no quadril. “A operação foi bem-sucedida. O presidente disse que sua maior preocupação é que a temporada de perus termina nesta semana e ele não atingiu o limite”, brincou o Carter Center no comunicado.

Em 2015, o ex-presidente anunciou que tinha quatro tumores no cérebro. Depois de seis meses de radioterapia e uso de remédios experimentais, Carter conseguiu se livrar do câncer.