A ordem de serviço será entregue hoje. A obra será o novo cartão postal lagunense  -  Foto:Engevix-Iguatemi/Dnit/Notisul/Notisul
A ordem de serviço será entregue hoje. A obra será o novo cartão postal lagunense - Foto:Engevix-Iguatemi/Dnit/Notisul/Notisul

 

Laguna
 
É hoje que a tão esperada ordem de serviço será entregue ao consórcio Camargo Corrêa/M. Martins/Construbase para a construção da nova ponte sobre o canal de Laranjeiras, na comunidade de Cabeçuda, em Laguna. A nova passagem terá 2.626 metros de extensão, será suspensa por cabos e está orçada em R$ 597.190.345,20. O tempo de construção deve ser de dois anos e meio. 
 
A cerimônia de assinatura será às 15 horas, no pátio de acesso do Terminal Pesqueiro, e contará com a presença da presidenta Dilma Rousseff. Espera-se um público de aproximadamente cinco mil pessoas, entre comitiva, convidados e comunidade.
 
A nova ponte se chamará Anita Garibaldi. E a atual estrutura e a antiga ponte por onde passavam os trens serão mantidas para o trânsito local, e claro, para os turistas poderem fotografar o novo cartão-postal. 
 
Com o início da obra, a economia lagunense será beneficiada. Estima-se que nos próximos dois anos e meio sejam gerados R$ 25 milhões em tributos. Só na comunidade de Cabeçuda, o movimento beneficiará o comércio e os prestadores de serviços.
 
E não se pode esquecer do mercado imobiliário. Espera-se que fique aquecido com a chegada de trabalhadores de outras cidades. Já estão cadastrados mais de mil operários para trabalhar na construção. Destas vagas, 800 estão reservadas para os lagunenses e outras 750 para os funcionários de outras obras do consórcio.
 
O canteiro de obras já está alugado. Será montado na rodovia SC-436, na entrada da Cidade Juliana, de frente para a lagoa, em uma área de 11 hectares. Só para a montagem, serão destinados R$ 50 milhões.