O pré-candidato à Presidência da República do PSDB, Geraldo Alckmin, afirmou nesta terça-feira (17) que será o candidato da conciliação. “Temos que refundar as instituições, os 3 Poderes”, disse. “Esta é a grande tarefa e, por isso, sou candidato à Presidência, o candidato da conciliação.” As informações são do portal Poder 360.

O tucano discursou na 6ª Mobilização Nacional de Vereadores, em Brasília, realizada pela Abracam (Associação Brasileira de Câmaras Municipais). Alckmin disse que a conciliação entre os 3 Poderes é a saída para a crise institucional.

Alckmin respondeu a perguntas sobre corrupção feitas pelos vereadores. “Quem fica rico na política é ladrão. L-A-D-R-Ã-O”, disse, soletrando, recebendo palmas da plateia. “Prefiro os que me criticam, porque me corrigem, aos que me adulam, porque me corrompem.”

Alckmin afirmou que “com uma visão otimista” é possível dizer que os 3 Poderes estão funcionando, mas “funcionam mal” e afirmou que, se eleito presidente, sentará com os representantes do Legislativo e Judiciário para que se possa retomar o bom funcionamento das instituições.