Wagner da Silva
S. Rosa de Lima

Quando o assunto é agroturismo, o município-destaque em Santa Catarina e até no cenário internacional é Santa Rosa de Lima. Isso pôde ser constatado ontem.
Uma comitiva de 15 pessoas, formada por governadores de estados e províncias de países da América Latina (como Uruguai, Colômbia, Venezuela, Argentina, México, Peru, Bolívia, Guatemala e Equador) participam desde terça-feira da primeira reunião para o desenvolvimento dos territórios rurais. O objetivo do encontro era aprofundar as discussões sobre o processo de desenvolvimento rural. Para conhecer uma realidade no estado, os participantes escolheram Santa Rosa de Lima.
Após o almoço, servido na pousada Doce Encanto, com 50% de produtos retirados da propriedade, outros 30 de vizinhos, a comitiva acompanhou o desenvolvimento dos trabalhos da Agreco e Acolhida na Colônia e visitou alguns locais turísticos da região.

Para o responsável pela comitiva, o veterinário e vice-prefeito da província de Napo no Equador, Heckel Rivadeneyra, a visita foi proveitosa. “Estamos interessados no turismo e na agricultura comunitária sustentável. Procuramos formas de diminuir o êxodo rural e manter as pessoas nas propriedades, mas de forma que consigam o sustento da própria terra”, enfatiza.
O equatoriano ficou admirado com a organização das associações. “É algo interessante o fato da valorização da mulher à produção. Com certeza, algumas informações a mais levaremos e aplicaremos em nossa região. É uma forma da população rural manter-se”, acrescenta.

“Estou satisfeito com o
trabalho”, diz prefeito

O prefeito de Santa Rosa de Lima, Celso Heidemann, apesar de surpreso por ter recebido a notícia da visita da comitiva apenas na noite anterior, está satisfeito com o trabalho executado ontem, em parceria entre administração, associações e os produtores.

Apesar do êxodo rural, o esforço das equipes trouxe resultados. “Nosso município é muito visitado durante todo o ano. Isso ocorre por haver uma junção de valores e de organização entre as pessoas que participam e acreditam na sustentabilidade”, salienta Celso.
Segundo o prefeito, muito ainda deve ser realizado. “É um trabalho a longo prazo, mas esta visita é o reconhecimento e traz satisfação saber que buscamos novas oportunidades, que são bem vistas, principalmente, internacionalmente”, complementa.