Após fazer exames de mapeamento dos órgãos, Beatriz Demétrio Oliveira espera confiante os resultados
Após fazer exames de mapeamento dos órgãos, Beatriz Demétrio Oliveira espera confiante os resultados

 

Lily Farias
Tubarão
 
A pequena Beatriz Demétrio Oliveira, 3 anos, que sofre de uma doença chamada talassemia major, conseguiu dinheiro suficiente para realizar o exame PET-CT. A mãe Daniela Demétrio não tinha condições de pagar  e contou com a colaboração de doadores.
 
A doença de Beatriz é um tipo de anemia muito profunda e atinge três órgãos vitais: baço, fígado e coração. O exame serviu para diagnosticar se outros órgãos foram afetados.
 
“Eu precisava de aproximadamente R$ 3,5 mil e consegui por meio da doação de pessoas que se sensibilizaram com a nossa história. Não tenho palavras para descrever o quanto agradeço a boa vontade de cada um”, expressa Daniela.
As doações vieram da Associação de Voluntárias da Pediatria do hospital  Nossa Senhora da Conceição, Lojão Santo Antônio, empresa Metalfort, Retífica Santa Catarina, além da comunidade em geral. 
 
O resultado do exame sai entre segunda e terça-feira. Por enquanto, Beatriz continua com a rotina de sessões de quimioterapia e transfusões. Caso aponte um avanço da doença para outros órgãos, o tratamento será mudado, para que ela continue a ter chance de aguardar pela doação de  medula óssea, único modo de curar a doença definitivamente. 
 
“Estamos aguardando ansiosamente pelo resultado. Tomara que tudo fique dentro das nossas possibilidades”, torce a sempre otimista mãe de Beatriz.