Karen Novochadlo
Tubarão

 
Mais chuvas estão previstas para este fim de semana na região. A população deve manter-se alerta para deslizamentos, visto que o solo está encharcado. De qualquer forma, o sol pode vir aparecer neste domingo. Os dados são de técnicos da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa (Epagri – Ciram.
 
Sábado, pode ocorrer uma ou duas horas de chuva moderada ou intensa. A precipitação varia entre 50 e 70 mm. A Defesa Civil estadual mantém o alerta em todo estado. O tempo é pior no norte do estado, onde pode chover até 100 mm. 
 
No domingo, uma massa de ar quente e seca que se desloca da Argentina chega na região. O dia pode iniciar nublado, e seguido por abertura do sol. 
 
Um outro cuidado deve ter quem for pegar a estrada, principalmente em direção a Florianópolis. Com a chuva, a visibilidade fica comprometida e os morros estão encharcados, o que pode provocar deslizamentos nas encostas. 
 
O volume de chuvas em Tubarão já ultrapassou a média pluviométrica deste mês. De acordo com o climatologista Rafael Marques, para janeiro o normal seria de 175 mm, contudo, chegou a 217 mm até as 22h23 desta sexta-feira. 
 
Trabalhos de emergência
A recuperação de algumas áreas mais afetadas pela chuva já iniciou em Tubarão. Duas comunidades em São Martinho ficaram isoladas pela enxurrada, uma na divisa com Gravatal e outra no Loteamento Taitú. Nesta última, foi construído um pontilhão que permite acesso até para carros. Na divisa, os trabalhos começam na próxima terça-feira. A secretaria de desenvolvimento urbano arrumou trechos mais afetados de algumas ruas nos bairros Monte Castelo, Humaitá, Madre e da comunidade Caruru, em São Martinho.  
 
No estado, 32 municípios foram atingidos pela chuva
Santa Catarina já contabiliza 32 municípios atingidos pela chuva. Destes, 20 já decretaram situação de emergência. No estado, 11.536 pessoas estão desalojadas, 613 desabrigadas e mais de 370 mil afetadas.
Entre as cidade mais atingidas, estão: Joinville, com 6.285 desalojados; Criciúma, com 2,4 mil; Jaraguá do Sul, com 1.080; e Maracajá, com 600. Em Jaraguá do Sul, uma morte foi confirmada após um homem ser atingido por uma descarga elétrica. Mais de 20 pessoas ficaram feridas. 
 
Recomendações da Defesa Civil
Ventos fortes ou tempestades: Sob estas condições, as pessoas devem procurar abrigos em locais seguros e evitar o trânsito em locais próximo a árvores, placas ou objetos que possam ser arremessados.
Alagamentos: o contato com a água deve ser evitado, assim como dirigir em lugares alagados. Se houver granizo, é necessário proteger-se em lugares com boas coberturas, como os banheiros das residências, fechar janelas e portas.
Deslizamento de terra: Ao observar qualquer movimento de terra ou rochas próximas à sua residência e inclinação de postes e árvores, saia imediatamente da sua casa. A Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros deve ser acionado. 
 
Para onde ligar?
Em caso de emergência, contate a Defesa Civil, através do telefone 199, ou o Corpo de Bombeiros, no número 193.