Karen Novochadlo
Tubarão
 
Lideranças partidárias, sete vereadores e um vice-prefeito do partido Democratas em sete municípios da região de Tubarão deverão acompanhar o governador Raimundo Colombo e migrar para o PSD. A confirmação foi do presidente do DEM em Tubarão, Dalton Marcon. 
 
Vereadores de Tubarão, Sangão, Jaguaruna, Treze de Maio, Gravatal, Capivari de Baixo e Pedras Grandes esperam apenas a solução de questões burocráticas para efetuar a troca de partidos. “O DEM não irá deixar de existir, algumas lideranças deverão continuar”, revela Dalton, que também mudará de sigla. 
 
Hoje, em Tubarão, existem 2.752 filiados ao DEM. Sete deputados estaduais (incluindo José Nei Ascari) e três federais de Santa Catarina também farão a transição. O principal motivo é acompanhar o governador. “Como o governador já foi, a tendência da bancada é fazer o mesmo”, explica Dalton. 
 
Na região de Laguna e Imbituba, a migração também deverá ocorrer. O secretário de desenvolvimento regional em Laguna, Christiano Lopes, reúne-se hoje com  o governador para discutir a transição. 
 
Raimundo Colombo, antes de deixar o DEM, destacou que, de acordo com a legislação eleitoral, só poderia deixar o partido para um recém-fundado. Do contrário, responderia por infidelidade partidária.
O PSD foi fundado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab no dia 21 de março este ano.