Alexandre Böger vence obesidade a base de exercícios e reeducação alimentar. Tubaronense pretende manter vida saudável e buscar a hipertrofia muscular

Lysiê Santos
Tubarão

A obesidade tornou-se uma epidemia global, segundo a Organização Mundial de Saúde ligada à Organização das Nações Unidas. O problema vem atingindo um número cada vez maior de pessoas em todo o mundo. Entre as principais causas desse crescimento estão o modo de vida sedentário e a má alimentação. Assim, quando o alimento perde seu papel essencial de nutrição, e passa a servir como instrumento que alivia os momentos de ansiedade e medo, causa consequências drásticas como a depressão e a baixa autoestima.
Segundo especialistas em cirurgia de redução de estômago, a taxa de mortalidade entre homens obesos de 25 a 40 anos é 12 vezes maior quando comparada à taxa de mortalidade entre indivíduos de peso normal. O excesso de peso e de gordura no corpo desencadeia e piora problemas de saúde e interfere nas relações sociais, inclusive no mercado de trabalho.
O vigilante de Tubarão Alexandre Constante Böger, de 39 anos, desde a infância luta contra a obesidade. Ao longo da vida, enfrentou muitos problemas de preconceito, sofreu bullying na escola, e até chegou a perder uma vaga de emprego por causa do excesso de peso. “Há algum tempo participei de uma seletiva para vigilante em uma empresa de Tubarão. Passei em todas as avaliações, mas não fui aprovado. Depois fui saber que não me contrataram devido ao meu excesso de peso, que segundo eles, não condizia com a postura de um vigilante”, relembra Alexandre, que após passar por humilhações e sofrer com sua autoestima decidiu tomar uma atitude de mudança.

Desafio é compartilhado nas redes sociais
O desafio #xandenamedidacerta foi levado a sério pelo vigilante, que diariamente compartilha seus momentos em suas redes sociais. “Muitas pessoas começaram a me incentivar e me senti na obrigação de mostrar que era possível e que conseguiria”, relata Alexandre. Além das redes sociais, a esposa e o filho do vigilante também assumiram o compromisso de ajudá-lo nessa trajetória. “Minha esposa foi minha base. Ela deixava todo o cardápio pronto e sempre me apoiou. Meu filho também fazia exercícios comigo e me incentivavam a não desistir”, relembra.
O projeto foi dando certo e em quatro meses já havia perdido 20 quilos. Cinco dias na semana, ele faz treinamento funcional e musculação. A alimentação que antes era recheada de gorduras e carboidratos foi substituída por proteínas, frutas e verduras. Hoje, o tubaronense faz de seis a sete refeições diárias. “Sempre compartilho receitas de pratos rápidos e saudáveis que eu nem sabia que existiam. Antes comia poucas vezes ao dia e um grandes quantidades”, detalha.
pag 5 retranca 1

Projeto de reeducação auxilia jovem a perder peso
Superar significa vivenciar a mudança de uma situação ruim para uma boa; ultrapassar um limite; conseguir vencer em meio a situações adversas. No mundo fitness, há pessoas que, com muito esforço e força de vontade, conseguiram emagrecer muitos quilos e melhorar sua qualidade de vida consideravelmente. E o tubaronense Alexandre Böger é um exemplo típico de superação.
Em um ano e sete meses eliminou 50 quilos. Ele chegou a pesar 155 quilos e atualmente está com 105. Após tentar inúmeras dietas, o vigilante optou pela cirurgia bariátrica, que reduz o estômago. Porém, em uma conversa com a amiga Viviane Zabot, percebeu que era possível perder peso, sem passar por um procedimento cirúrgico de risco. “Minha amiga me desafiou a emagrecer por iniciativa própria e se dispôs a me ajudar nesse processo. Ela conversou com alguns especialistas da área fitness, que resolveram apoiar minha causa”, conta.
Com o intuito de ajudar, a personal trainer Jaqueline Westphal Titon, proprietária do Studio Personal Life, lançou o projeto #xandenamedidacerta. Alexandre aprendeu que para emagrecer de forma saudável precisava passar primeiro por uma reeducação na mente e em seguida reeducar a alimentação e sair do sedentarismo. “A nutricionista Skarlat Ludgero (em memória) me mostrou que fazer dieta não era apenas comer alface e tomar sopa. Aprendi que podia comer bem apenas mudando alguns ingredientes e reduzindo as porções”, explica.
pag 5 retranca 2

Personal trainer seleciona aluna para novo desafio
Alexandre surpreendeu os especialistas que o acompanham desde agosto de 2015 e, a partir do dia 4 de agosto de 2017, entrará em um novo desafio de mudar novamente a alimentação e investir na hipertrofia muscular para definir o corpo. “Antes eu apenas me cobria. Passava por muito constrangemento nas lojas, pois não achava nada do meu tamanho. Hoje, sinto-me feliz e quero melhorar a aparência do meu corpo e continuar cuidando da minha saúde”, pretende.
A conquista de Alexandre inspirou a personal Jaqueline Westphal (foto) que quer ajudar uma mulher a perder peso e elevar a autoestima. “As mulheres que quiserem participar podem procurar o Studio Personal Life, no centro de Tubarão, em frente a casa das bolsas e conversar com a Jaqueline”, informa.
pag 5 retranca 3