Zahyra Mattar
Criciúma

O sul catarinense tem grande potencial para organizar e sediar grandes eventos de debate. A região tem universidades, que abrangem diversos campos do conhecimento, e entidades de força nacional. É o caso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
Tanto que é o organismo responsável por tentar recriar um novo ciclo de debates em nível nacional. Desta visão singular, surgiu o 1º Congresso da Advocacia Sul Catarinense. O evento começa amanhã e segue até sexta-feira, no Centro Evento Oásis, em Criciúma.

A organização é da subseção da OAB em Criciúma. Dez personalizadas do judiciário, de renome nacional e internacional, estão confirmados. Cada um deles tratará sobre temas relevantes aos profissionais da área do direito.
Um dos exemplos será a palestra do desembargador do Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região, Newton de Lucca. “Ele falará sobre os aspectos relevantes do comércio eletrônico, um assunto cada vez mais recorrente e novo para o judiciário brasileiro”, detalha o secretário geral da OAB, Ricardo Reitz Bunn.

Para o presidente da comissão de estudos jurídicos, Rodolfo Back Loch, o congresso é uma excelente oportunidade de atualização sobre as questões que envolvem o judiciário. “O nível de palestrantes é excelente e, se formos comparar o valor investido em outros congressos da área, este está com custo bem acessível”, valoriza o advogado.
Os interessados podem inscrever-se por meio do site www.oabcriciuma.org.br. Os valores são de R$ 75,00 para estagiários e estudantes, R$ 120,00 advogados e R$ 150,00 à comunidade.