Keller atua como personal trainer há 12 anos
Keller atua como personal trainer há 12 anos

 

Thiago Oliveira
Tubarão
 
Para o professor de educação física Keller Minatto, experiência não falta. Há 12 anos trabalhando como personal trainer, o tubaronense foi selecionado um dos cinco melhores profissionais na área em todo o Brasil. Mestre em ciências da saúde, e com várias especializações, ele foi o único catarinense selecionado na lista da Sociedade Brasileira de Personal Trainers (SBPT). 
 
Segundo Keller, para ter sucesso na área, é preciso conhecer as características dos clientes, como o objetivo e as limitações de cada um. “Ninguém convence por acaso. O personal precisa estar atualizado, ser tranquilo, honesto e, sobretudo, amar o que faz. Porque só assim poderá fazer do exercício físico uma ferramenta para atender as necessidades da sociedade”, destaca.
 
Para selecionar os melhores, a SBPT utilizou critérios como o cursos realizados pelos profissionais, histórico e atuação profissional, as últimas palestras ministradas e a satisfação dos clientes, que, por sua vez, foram só elogios ao personal.
A psicóloga Rejane Bianchi, por exemplo, sofria de fibromialgia e procurou Keller. Depois de meses de treinos orientados, melhorou a sua qualidade de vida.
 
“Recuperei muito a força física que havia perdido, e as dores diminuíram significativamente. A expectativa foi superada através da dedicação e do profissionalismo do professor Keller, e pela confiança que ele transmite”, conta Rejane. 
 
Para Keller, não basta ser bom, é preciso ter excelência. “O profissional tem que fazer a diferença na vida das pessoas, ser único e especial para cada um de seus clientes”, conclui o personal.
 
Profissão do futuro
Enquanto muitos acreditam que os empregos do futuro estão na área de informática, o personal trainer Keller Minatto crê que o profissional de educação física será cada vez mais solicitado. Para ele, quanto mais mecanizada for a vida do ser humano, maior será a necessidade de gastar energia.
“Cada vez mais, é preciso se exercitar. Se uma pessoa não pratica atividade, não gasta energia, engorda. Com isso, desenvolve doenças crônicas e degenerativas como o diabetes, hipertensão, obesidade, que, quando não são tratadas, podem levar a morte”, explica Keller.
O profissional também acredita que muitos professores de educação física não atuam nesta área por falta de conhecimento, e que é necessário reformular os currículos das faculdades para formar profissionais voltados para esse campo de atuação.
“Das profissões da área da saúde, a educação física talvez seja a única que previne, cura e retarda os processos do envelhecimento. É uma área em que temos que saber como trabalhar nas diversas situações e fazer com que as pessoas sejam felizes”, relata.
Mais informações sobre as atividades do personal trainer e o trabalho de Keller podem ser obtidas no site www.tubaraopersonal.com.br.