Criciúma

Mesmo diante da sua inflamada torcida (mais de seis mil pessoas compareceram ao estádio Heriberto Hülse), o Tigre teve a sua terceira derrota consecutiva na Segundona, no jogo diante da Ponte Preta, válido pela última rodada do primeiro turno do campeonato. Com dois gols marcados por Luís Ricardo no primeiro tempo e outro de Gum, no segundo, o time campineiro conseguiu entrar no G-4.

Já o Tigre, ficou na 15ª colocação, apenas dois pontos à frente da primeira equipe na zona de rebaixamento. O time catarinense contou com uma combinação de resultados que o manteve na mesma colocação da rodada anterior, já que América (17º) e Paraná (18º) também perderam os seus jogos neste encerramento do primeiro turno, enquanto o Fortaleza (16º) e o Brasiliense (19º) empataram sem gols.

A Macaca entrou em campo para vencer e, logo aos dois minutos, em uma na saída errada do Tigre, Marcelo Soares entrou sozinho na área e chutou no canto de Vinícius. O goleiro defendeu, mas Luís Ricardo, que depois marcou outro gol na falha da defesa, pegou o rebote e completou para balançar a rede.

Desfalque certo
O meia-atacante Peter, do Tigre, um dos destaques do jogo contra a Macaca, recebeu o terceiro amarelo no jogo diante da Ponte Preta e é desfalque para a próxima rodada, quando o Criciúma enfrenta o América, fora de casa, no sábado, às 16 horas.

O time do interior paulista estréia no segundo turno em casa, também às 16 horas de sábado, contra o São Caetano que passou pelo vice-líder Avaí, no estádio Anacleto Campanella.