O karateca João Vitor da Costa é uma das apostas tubaronenses para conquistar medalha.
O karateca João Vitor da Costa é uma das apostas tubaronenses para conquistar medalha.

Tubarão

A Olesc encerra em dois dias e Tubarão conquistou apenas uma medalha. As principais apostas do município entram em cena hoje. Iniciam hoje as disputas no karatê e natação, justamente as duas modalidades em que a cidade tem sido destaque com frequência.

A equipe de karatê é composta por 14 atletas, nove no naipe masculino e cinco no feminino. “Estamos preparados e confiantes em resultados positivos. Temos muitas chances”, destaca o técnico Fabrício de Souza.
A intenção dos karatecas é repetir o desempenho alcançado nos Joguinhos Abertos (onde a idade é de 14 a 19 anos – na Olesc é 13 a 17), quando conquistou o ouro. As disputas serão no Cecontu.

As competições de natação serão no Clube 29 de Junho. Na piscina, estarão mais de 200 atletas, 14 deles de Tubarão – nove no masculino e cinco no feminino -, representando a Associação Tubaronense de Natação (ATN). O técnico da equipe, Eduardo Morin, acredita que haverá brigas por medalhas. “Estamos preparados e vamos brigar pelo ouro em todas as provas”, afirma Eduardo.

Às 10 horas de hoje, iniciam as provas dos 100 metros livre, 100 costas, 100 peito e 400 livre. As finais ocorrem à tarde. Amanhã, serão disputadas as provas classificatórias dos 200 metros livre, 200 medley, 100 borboleta e 50 livre. À tarde, ocorrem as finais. Também amanhã, os nadadores brigam por medalhas em prova única nos revezamentos 4 x 100 e 4 x 100 medley. O tubaronense Thales Amorin, 15 anos, é a esperança de medalhas em quatro provas.

Confrontos de ontem

• Futsal feminino
Caçador 9 x 2 Tubarão

• Futsal masculino
S. Miguel do Oeste 3 x 0 Tubarão

• Handebol masculino
Laguna 19 x 24 S. José do Cedro

• Voleibol feminino
Saudades 3 x 0 B. do Norte