Imbituba

O Estádio Emília Mendes Rodrigues, o Ninho da Águia, está foram dos padrões de qualidade em segurança, e não poderá receber torcedores em partidas organizadas pela Federação Catarinense de Futebol (FCF).
O Imbituba luta contra o tempo e tem até o dia 10 de janeiro para fazer as adequações conforme foi previsto no Termo de Cooperação Técnica, firmado no dia 24 do mês passado.
 

O Centro de Apoio Operacional do Consumidor (CCO) do Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) recebeu, no dia 16 deste mês, os laudos elaborados pela Polícia Militar sobre as condições de segurança dos estádios de futebol catarinenses.
As arenas do Avaí, Marcílio Dias e Criciúma foram aprovadas com pequenas restrições. Já os estádios do Imbituba, Figueirense, Chapecoense, Joinville, Metropolitano, Concórdia e Brusque foram reprovados.
 

Além do levantamento da PM, também foram feitos laudos técnicos pelo Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e de engenheiros. “É importante destacar que as melhorias devem ser feitas até cinco dias antes do início da competição. Caso contrário o clube pode ficar sem a autorização da FCF para o mando do jogo”, alerta o coordenador do CCO, o promotor de justiça Rodrigo Cunha Amorim, de Florianópolis.
A direção da Águia do Litoral garante que as adequações serão feitas a tempo de garantir o acesso dos torcedores. Entre as melhorias necessárias está, por exemplo, a demarcação da torcida adversária. O time estreia em casa no dia 16 de janeiro diante do Marcílio Dias.